Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.941,68
    +51,80 (+0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.463,55
    +320,55 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    115,07
    +0,98 (+0,86%)
     
  • OURO

    1.857,30
    +3,40 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    28.894,70
    +163,78 (+0,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    625,79
    -3,71 (-0,59%)
     
  • S&P500

    4.158,24
    +100,40 (+2,47%)
     
  • DOW JONES

    33.212,96
    +575,77 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.585,46
    +20,54 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    20.697,36
    +581,16 (+2,89%)
     
  • NIKKEI

    26.781,68
    +176,84 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    12.717,50
    +438,25 (+3,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0751
    -0,0429 (-0,84%)
     

Fundo de ações da BlackRock fica vendido após perdas recordes

(Bloomberg) -- O gestor estrela da BlackRock, Alister Hibbert, se tornou um pessimista após seu fundo de hedge sofrer suas piores perdas de todos os tempos em meio a um declínio acentuado nas ações.

O BlackRock Strategic Equity Hedge Fund caiu 13% este ano até abril, disse uma pessoa com conhecimento do assunto. Isso excede seu pior declínio anual de 11%. O gestor de recursos, que lucrou com o aumento histórico das ações desde o início do fundo em 2011, ficou com uma posição líquida vendida pela primeira vez este mês, disse a pessoa.

A reversão marca uma mudança sísmica em andamento nos mercados globais, à medida que a inflação crescente força os bancos centrais a acabar com a flexibilização quantitativa e aumentar as taxas de juros. Isso levou a uma liquidação em mercados, com ações de crescimento, lideradas pelo setor de tecnologia, caindo ainda mais em um revés para fundos de hedge focados em ações.

Hibbert administrava o fundo com um viés para ações de crescimento e detinha ações como Microsoft e Mastercard. Ele sinalizou sua visão cautelosa no início deste ano, dizendo aos clientes que a fase mais forte da recuperação econômica, caracterizada por lucros crescentes e desempenho cíclico, havia terminado. O fundo tinha cerca de US$ 9 bilhões em ativos em 31 de dezembro.

“Está claro que a normalização da economia pós-pandemia não será um processo totalmente ordenado”, escreveu em carta aos investidores em março.

Um porta-voz da BlackRock não quis comentar.

As ações da BlackRock caíram cerca de 34% este ano. Em carta aos investidores em março, o CEO Larry Fink expressou sua decepção com o desempenho da ação, citando mercados desafiadores.

Hibbert é um dos tomadores de risco mais bem pagos na maior gestora de ativos do mundo e chave para a expansão da BlackRock em gestão ativa e tarifas atreladas a desempenho. Ele ganhou uma soma de nove dígitos, mais que o triplo dos US$ 30 milhões pagos a Fink, em 2020.

Hibbert iniciou o fundo de hedge há mais de uma década com apenas US$ 13 milhões e o transformou em um dos maiores do setor, gerando retornos anualizados de quase 17% até o ano passado.

O fundo teve apenas duas quedas anuais. Hibbert também administra o BlackRock Global Unconstrained Equity Fund, que caiu cerca de 20% este ano, de acordo com dados da Bloomberg.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos