Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,32 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,82 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,88
    -2,46 (-2,61%)
     
  • OURO

    1.818,90
    +11,70 (+0,65%)
     
  • BTC-USD

    24.722,89
    +715,19 (+2,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    574,64
    +3,36 (+0,59%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,38 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,19 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,65 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.580,00
    +268,75 (+2,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2024
    -0,1213 (-2,28%)
     

Fundador da Parmalat morre na Itália aos 83 anos

·2 min de leitura

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O empresário Calisto Tanzi, fundador da Parmalat, morreu neste sábado (1º) aos 83 anos, em um hospital na cidade de Parma, região central da Itália, onde fez fortuna. Ele sofria de pneumonia.

O empresário transformou uma pequena empresa familiar de leite na potência alimentar multinacional Parmalat, para mais tarde vê-la definhar em uma das maiores falências fraudulentas da Itália.

A Parmalat entrou em colapso em 2003, quando um buraco financeiro de 14 bilhões de euros foi descoberto em seu balanço patrimonial, o que eliminou as economias de milhares de pequenos investidores. A falência reverberou nos mundos bancário, esportivo, turístico e de entretenimento.

A fabricante de laticínios anunciou lucros e vendas superfaturadas durante anos. O colapso gerou litígios em todo o mundo contra dezenas de bancos.

Em 2003, foi descoberta uma conta bancária de 4 bilhões de euros mantida por uma unidade da Parmalat nas Ilhas Cayman, o que forçou a administração a buscar proteção contra falência e desencadeou uma investigação de fraude criminal.

Apesar da classificação de grau de investimento que a companhia ostentava na época, já havia preocupações em torno do por que ela não ter usado o dinheiro apontado no balanço patrimonial para reduzir dívidas.

Tanzi passou por uma série de julgamentos, junto com outros executivos da empresa e banqueiros italianos proeminentes. Ele foi condenado por fraude de mercado, falência fraudulenta e outras acusações e sentenciado a vários anos de prisão.

Posteriormente, as autoridades descobriram que Tanzi havia escondido tesouros de arte de mestres como Pablo Picasso, Claude Monet e Vincent van Gogh em casas de amigos. As telas foram leiloada em 2019.

Nascido em 1938 na pequena cidade de Collecchio, Tanzi assumiu a empresa de leite local de seu avô aos 22 anos. Mais de quatro décadas depois, o grupo Parmalat tinha cerca de 130 fábricas em todo o mundo produzindo leite, iogurte e outros produtos alimentícios.

Seus negócios também incluíam um clube de futebol da primeira divisão, uma empresa de turismo e uma rede de televisão. Também patrocinou equipes de esqui e automobilismo de Fórmula Um.

Em 2011, a Parmalat se tornou uma subsidiária do grupo francês Lactalis, que obteve o controle total da companhia em 2019. No Brasil, a Lactalis é dona ainda das marcas Itambé, Poços de Caldas, Batavo, Président, entre outras.

A Parmalat começou suas operações no Brasil em 1972. A marca ganhou maior visibilidade quando deu início ao patrocínio do Palmeiras, em 1992, clube do qual também participava da administração.

A Parmalat alcançou ainda maior sucesso ao lançar uma campanha memorável, "Mamíferos", em 1996, assinada pela agência DM9DDB. No filme, crianças entre três e quatro anos fantasiadas de diversos animais, como leão, elefante, gato, cachorro, vaca, panda e rinoceronte, deliciavam-se com o leite da marca.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos