Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    34.179,35
    +287,67 (+0,85%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Funcionário do McDonald’s se demite com bilhete furioso sobre o motivo

·2 minuto de leitura
Imagem ilustrativa (Getty Images)
Imagem ilustrativa (Getty Images)
  • Foto de mensagem fixada em restaurante do McDonald’s viralizou.

  • Funcionário diz que odiava seu emprego.

  • Estados Unidos passam por crise de mão de obra.

Um funcionário do McDonald’s na cidade de Louisville, no estado do Kentucky, Estados Unidos, deixou um bilhete raivoso público em seu local de trabalho após se demitir. O caso viralizou na Internet, depois de clientes terem feito fotos da mensagem, colocada em um drive-thru do restaurante, e publicá-las online.

Leia também:

“Nós estamos fechados porque eu estou me demitindo e eu odeio este trabalho”, diz o bilhete impresso e afixado no comunicador do lado externo do restaurante. As informações são de reportagem do portal IG.

Bilhete deixado no McDonald's
Bilhete deixado no McDonald's

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Apesar do caso excepcional pontual, o McDonald’s e outras cadeias de fast-food americanas passam por uma crise de mão de obra nos Estados Unidos. A pandemia do coronavírus, e as preocupações de segurança relacionadas a ela, afetaram a disposição dos americanos em aceitar trabalhos que paguem pouco.

Como consequência, está mais difícil encontrar mão-de-obra para trabalhar nas unidades da rede de restaurantes, uma das maiores do mundo, e famosa por seus hambúrgueres de rápido preparo.

Chegou ao ponto que uma unidade de Illinois decidiu apelar para um incentivo especial para quem quiser trabalhar em sua loja: quem ficar no trabalho por seis meses, e cumprir pré-requisitos especificados pela gerência, ganha um iPhone, o celular da Apple.

O cartaz com a promoção viralizou no Twitter esta semana, e o site Insider confirmou com a rede a veracidade da história. E esse não é um caso isolado.

Redes de alimentação americanas têm apelado para incentivos financeiros para tentar atrair mão-de-obra e meio à crise. Há casos em que é até oferecido dinheiro para quem topar fazer uma entrevista de emprego.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos