Mercado fechará em 5 h 58 min

Funcionário de mercado denuncia que prateleiras foram trocadas irregularmente e já apresentavam instabilidade

Colaboradores Yahoo Notícias
·2 minutos de leitura
Reprodução
Reprodução

Imagens de uma câmera de segurança serão anexadas junto a depoimentos de funcionários do supermercado Mix Mateus Atacarejo, em São Luís (MA), e a vídeos feitos pelos próprios na investigação do desabamento das prateleiras que causou uma morta na última sexta-feira (2). As imagens e os depoimentos mostram instabilidades anteriores na prateleira devido a uma mudança feita de forma irregular.

“Eles [funcionários] segurando ela [prateleira], levaram ela, sem que ela estivesse desmontada”, afirmou o funcionário, que se manteve em anonimato, ao Fantástico, da TV Globo.

Leia também

Um inquérito policial já investiga o caso. A promotora Litía Cavalcanti deu entrevista na qual observou a negligência do supermercado com a prateleira que causou o acidente fatal.

“O que se observa é que na pressa de se repor a mercadoria, em nenhum momento o mercado olhou para a seguranças dos consumidores ou dos trabalhadores que passam por ali”, afirmou a promotora também ao Fantástico.

O caso

Prateleiras gigantes desabaram e atingiram clientes no supermercado Mix Mateus Atacarejo, na noite da última sexta, em São Luís.

“Equipes finalizando os trabalhos no local do acidente no supermercado Mateus. Números atualizados: 1 vítima fatal e 8 feridos. Minha solidariedade com todos e com suas famílias. Meu reconhecimento aos bombeiros, policiais e profissionais de saúde pela dedicação”, escreveu o governador do estado, Flávio Dino, para anunciar a tragédia.

Em vídeo divulgado nas redes sociais (VEJA ABAIXO), é possível ver os clientes do supermercado correndo desesperados ao verem o início do desabamento. Uma prateleira com produtos caiu derrubando outras, provocando um efeito dominó. Ainda não se sabe o que provocou o primeiro desmoronamento.

O inquérito

De acordo com a Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP), “o inquérito deve apontar se houve imperícia ou qualquer tipo de negligência que tenha ocasionado o fato”.

Em nota enviada ao portal G1, o órgão disse ainda que equipes do Instituto de Criminalística (Icrim) “estiveram no local na madrugada, onde realizaram os trabalhos iniciais de perícia”.

A vítima fatal do desabamento foi identificada. Segundo o Grupo Mateus, dono do Mix Mateus Atacarejo, a vítima se chama Elane Rodrigues, tinha 19 anos e era funcionaria do local, enterrada neste domingo.

“É com profundo pesar que o Grupo Mateus vem a público se solidarizar com a família da colaboradora Elane de Oliveira Rodrigues que, infelizmente, faleceu no acidente ocorrido na loja Mix Atacarejo da Curva do 90, em São Luís, nesta sexta-feira (2)”, informou a empresa, que prestará assistência às famílias atingidas.