Mercado abrirá em 2 h 50 min
  • BOVESPA

    106.858,87
    +1.789,18 (+1,70%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.605,56
    +8,27 (+0,02%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,24
    +1,75 (+2,52%)
     
  • OURO

    1.782,60
    +3,10 (+0,17%)
     
  • BTC-USD

    51.160,12
    +3.146,15 (+6,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.325,39
    +65,23 (+5,18%)
     
  • S&P500

    4.591,67
    +53,24 (+1,17%)
     
  • DOW JONES

    35.227,03
    +646,95 (+1,87%)
     
  • FTSE

    7.312,70
    +80,42 (+1,11%)
     
  • HANG SENG

    23.983,66
    +634,28 (+2,72%)
     
  • NIKKEI

    28.455,60
    +528,23 (+1,89%)
     
  • NASDAQ

    16.089,75
    +247,00 (+1,56%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4259
    +0,0023 (+0,04%)
     

Funcionários da Netflix protestam contra comentários de Chappelle sobre transgêneros

·1 min de leitura
Comediante Dave Chappelle recebe o Prêmio Mark Twain de Humor norte-americano em Washington

Por Dawn Chmielewski

(Reuters) - Funcionários da Netflix faziam uma manifestação diante da empresa nesta quarta-feira, uma demonstração inédita de desafio para protestar contra a decisão da gigante do streaming de lançar o novo especial de comédia polêmico de Dave Chappelle, que dizem ridicularizar os transgêneros.

Um grupo de funcionários que se autointitula Team Trans* marcou a manifestação em frente aos escritórios da Netflix em um edifício de 13 andares de Sunset Boulevard, em Los Angeles, onde ativistas, figuras públicas e outros apoiadores pretendem apresentar uma "lista de solicitações" ao chefe de conteúdo Ted Sarandos.

"Não deveríamos ter que aparecer trimestralmente/anualmente para reagir a conteúdo danoso que impacta negativamente comunidades vulneráveis", disse a organizadora Ashlee Marie Preston em uma publicação em uma rede social. "Ao invés disso, almejamos usar este momento para mudar a ecologia social em torno do que a liderança da Netflix considera entretenimento ético."

Embora tais manifestações tenham se tornado lugar comum no Vale do Silício, onde funcionários do Facebook e do Google se envolvem em protestos explícitos para chamar atenção sobre políticas corporativas, acredita-se que esta seja a primeira contra a empresa pioneira de vídeo por streaming.

Sarandos provocou mais reação negativa com um memorando interno de 11 de outubro no qual reconheceu a linguagem provocadora de Chappelle, mas disse que ela não cruza o limite da incitação à violência.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos