Mercado fechará em 1 h 38 min
  • BOVESPA

    111.197,00
    +287,39 (+0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.700,62
    +526,56 (+1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,17
    +1,97 (+2,52%)
     
  • OURO

    1.766,50
    +2,80 (+0,16%)
     
  • BTC-USD

    16.849,68
    +443,41 (+2,70%)
     
  • CMC Crypto 200

    400,31
    -0,38 (-0,10%)
     
  • S&P500

    3.940,75
    -16,88 (-0,43%)
     
  • DOW JONES

    33.600,40
    -252,13 (-0,74%)
     
  • FTSE

    7.573,05
    +61,05 (+0,81%)
     
  • HANG SENG

    18.597,23
    +392,55 (+2,16%)
     
  • NIKKEI

    27.968,99
    -58,85 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    11.545,50
    +20,75 (+0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4322
    -0,0244 (-0,45%)
     

FTX processa modelo e outros famosos por esquema de pirâmide; veja quem são

Tom Brady e Gisele Bündchen teriam endossado um esquema de ‘pirâmide financeira’ da falida FTX (REUTERS/Eduardo Munoz)
Tom Brady e Gisele Bündchen teriam endossado um esquema de ‘pirâmide financeira’ da falida FTX (REUTERS/Eduardo Munoz)
  • Gisele Bündchen, Tom Brady e outras celebridades teriam endossado esquema de pirâmide financeira;

  • Proposta de ação judicial coletiva reforçou que “a enganosa plataforma FTX era verdadeiramente um castelo de cartas";

  • Fundador da FTX, Sam Bankman-Fried, assumiu a culpa por irregularidades financeiras na bolsa.

Um investidor da FTX resolveu entrar com um processo contra a modelo Gisele Bündchen, seu ex-marido Tom Brady e outras celebridades por endossarem um esquema de ‘pirâmide financeira’ da falida exchange.

A proposta de ação judicial coletiva reforçou que “a enganosa plataforma FTX, mantida pelas entidades FTX, era verdadeiramente um castelo de cartas”.

A FTX, com sede nas Bahamas, era proprietária e operadora da FTX.com, uma plataforma de criptografia que atendia a uma ampla base de clientes, incluindo investidores de varejo e institucionais fora dos EUA.

Em novembro, o fundador da FTX, Sam Bankman-Fried, assumiu a culpa por irregularidades financeiras na bolsa, que até recentemente era a terceira maior do mundo em volume de negociação e pediu perdão por sua parte em causar uma quebra no mercado cripto que até agora já causou um estrago de US$ 200 bilhões.

Trajetória era de de ascendência

Em fevereiro, a importante exchange de criptomoedas FTX levantou US$ 400 milhões (mais de R$ 2,1 bilhões à época) com investidores, incluindo o SoftBank, com uma avaliação de US$ 32 bilhões (quase R$ 170 bi), tornando a plataforma uma das startups mais valiosas do setor de moedas digitais em rápido crescimento.

O braço norte-americano da FTX também informou que foi avaliado em US$ 8 bilhões (mais de R$ 42 bi) depois de levantar US$ 400 milhões, sua primeira rodada de financiamento, do mesmo grupo de investidores. O investimento do Vision Fund 2 - da SoftBank - foi o mais recente no setor de criptomoedas. Em novembro, investiu na Sandbox, uma plataforma de jogos baseada em Hong Kong que permite aos usuários construir um mundo virtual usando tokens não fungíveis (NFTs).

Depois também liderou uma rodada de financiamento de US$ 680 milhões (cerca de R$ 3,6 bi) pelo jogo de 'fantasy' futebol baseado em blockchain Sorare e uma rodada de US$ 155 milhões (R$ 820 mi) para o negócio de blockchain Blockdaemon. O conglomerado japonês também investiu US$ 200 milhões (mais de R$ 1 bilhão) no Mercado Bitcoin, uma das maiores exchanges de criptomoedas da América Latina.