Mercado fechará em 3 h 40 min
  • BOVESPA

    122.160,16
    +279,34 (+0,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.300,03
    +80,77 (+0,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,23
    +0,86 (+1,32%)
     
  • OURO

    1.866,30
    +28,20 (+1,53%)
     
  • BTC-USD

    42.889,30
    -5.069,45 (-10,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.189,01
    -8,91 (-0,74%)
     
  • S&P500

    4.153,94
    -19,91 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    34.247,28
    -134,85 (-0,39%)
     
  • FTSE

    7.032,85
    -10,76 (-0,15%)
     
  • HANG SENG

    28.194,09
    +166,52 (+0,59%)
     
  • NIKKEI

    27.824,83
    -259,67 (-0,92%)
     
  • NASDAQ

    13.231,50
    -155,50 (-1,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3926
    -0,0114 (-0,18%)
     

Frota global de carros elétricos deve chegar a 145 milhões em 2030

Felipe Ribeiro
·1 minuto de leitura

A International Energy Agency (IEA ou Agência Internacional de Energia, na tradução livre) fez um painel sobre carros elétricos e deu algumas de suas previsões para o mercado. De acordo com a entidade, a frota global de veículos deste tipo, como caminhões, vans e automóveis de passeio, deve chegar a 145 milhões até o final desta década.

A agência condicionou a previsão a um esforço maior dos governos e empresas para estimular o mercado no caminho da eletrificação. Caso isso ocorra, a IEA sugere que a frota pode ser ainda maior, algo na casa dos 230 milhões de veículos, isso sem falar nos veículos de duas e três rodas, que não foram contabilizados.

Aumento nas vendas

Ainda de acordo com a IEA, três milhões de novos carros elétricos foram vendidos em 2020, um aumento de 41% com relação a 2019. Com isso, a frota global atingiu a marca de 10 milhões de unidades, um recorde absoluto. Destes números, 1 milhão, aproximadamente, é composto por caminhões e veículos de carga.

Carros elétricos devem crescer em vendas na década (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
Carros elétricos devem crescer em vendas na década (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

“Embora eles não possam fazer todo o trabalho sozinhos, os veículos elétricos têm um papel indispensável para alcançar emissões zero de gases em todo o mundo. As tendências de vendas atuais são muito encorajadoras, mas nossos objetivos compartilhados de clima e energia exigem uma absorção ainda mais rápida do mercado”, disse Fatih Birol, diretor-executivo da IEA, em comunicado.

A IEA ainda disse que os gastos do consumidor com carros elétricos em 2020 totalizaram US$ 120 bilhões, um aumento de 50% em relação a 2019, com medidas de apoio governamentais destinadas a encorajar a adoção de veículos elétricos chegando a US$ 14 bilhões pelo mundo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: