Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.495,04
    +121,17 (+0,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.258,09
    -715,18 (-1,33%)
     
  • PETROLEO CRU

    85,85
    +2,03 (+2,42%)
     
  • OURO

    1.814,70
    -1,80 (-0,10%)
     
  • BTC-USD

    41.626,76
    -625,49 (-1,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    992,07
    -17,31 (-1,72%)
     
  • S&P500

    4.582,03
    -80,82 (-1,73%)
     
  • DOW JONES

    35.389,75
    -522,06 (-1,45%)
     
  • FTSE

    7.563,55
    -47,68 (-0,63%)
     
  • HANG SENG

    24.112,78
    -105,25 (-0,43%)
     
  • NIKKEI

    28.257,25
    -76,27 (-0,27%)
     
  • NASDAQ

    15.243,25
    -352,50 (-2,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3029
    +0,0091 (+0,14%)
     

Frente fria derruba temperatura e traz chuva a SP após calorão

·2 min de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 12.06.2016 - Termômetros de rua registra baixa temperatura na avenida Paulista, em São Paulo. (Foto: Ernesto Rodrigues/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 12.06.2016 - Termômetros de rua registra baixa temperatura na avenida Paulista, em São Paulo. (Foto: Ernesto Rodrigues/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Depois de dias de calor intenso, o estado de São Paulo deve ter chuva e temperaturas mais baixas no começo desta semana.

Desde as 11h desta segunda-feira (29), o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) colocou o estado, incluindo a capital, em perigo potencial para as chuvas intensas.

Segundo o órgão nacional existe possibilidade de chuva que varie entre 20 e 60 mm/h ou até 100 mm/dia. Também são esperados ventos intensos, que possam atingir entre 40 e 100 km/h, a depender da região.

O alerta é válido até as 11h desta terça (30). Ainda de acordo com o Inmet, durante esse período, é preciso ter cuidado com descargas elétricas e atenção para "estragos em plantações, queda de árvores e alagamentos."

"Esses sistemas, geralmente trazem impacto, porque promovem a convergência do ar mais quente do Norte que se encontra com o ar frio do Sul", afirma Helena Turon Balbino, meteorologista do Inmet, sobre a formação das fortes chuvas que estão previstas para o estado.

O Climatempo reforça que, além da capital paulista, não estão descartados temporais pontuais em áreas da região metropolitana de São Paulo, Vale do Paraíba, região de Campinas e norte paulista.

O instituto explica que, após uma segunda quente em todo o estado, ao longo desta terça (30) a temperatura não deve subir tanto por causa do excesso de nuvens e da chuva. Estão previstas mínima de 18°C e máxima de 23°C.

Na quarta-feira (1º), o ar seco deve voltar a ganhar força pelo estado, e as condições de tempo estáveis devem retornar. Ainda assim, as temperaturas ficam amenas até o fim da semana, com máximas variando entre 24°C e 26°C.

"No final de semana, o sol brilha forte, volta a predominar e faz calor. Não há previsão de chuva", afirma Thomaz Garcia, meteorologista do CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas) da Prefeitura de São Paulo.

No sábado, na capital paulista, a mínima prevista é de 15°C e a máxima, de 26 °C. Já no domingo as temperaturas variam entre 16°C e 24°C.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos