Mercado fechará em 5 h 42 min
  • BOVESPA

    124.492,78
    -1.182,55 (-0,94%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.369,57
    -265,03 (-0,51%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,93
    +0,31 (+0,42%)
     
  • OURO

    1.829,50
    -6,30 (-0,34%)
     
  • BTC-USD

    39.043,47
    -860,64 (-2,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    927,60
    -22,30 (-2,35%)
     
  • S&P500

    4.404,70
    -14,45 (-0,33%)
     
  • DOW JONES

    35.035,33
    -49,20 (-0,14%)
     
  • FTSE

    7.051,74
    -26,68 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.975,50
    -62,25 (-0,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0529
    +0,0124 (+0,21%)
     

#FreeBritney | Cantora depõe em caso retratado no doc Framing Britney Spears

·4 minuto de leitura

O mundo conheceu, em fevereiro deste ano, a verdadeira história sobre como tem sido a vida da cantora pop Britney Spears ao longo dos últimos quase 14 anos. O documentário Framing Britney Spears, produção original do Hulu em parceria com o The New York Times disponível no Globoplay, mostra que Briney está sob a tutela de seu pai e outros membros da família desde 2007, o que é conhecido pelo termo "curatela", quando a sua saúde mental se esgotou por completo devido à pressão da mídia.

Até hoje, Britney não pode controlar o próprio dinheiro nem outras questões importantes sobre a sua vida pessoal e profissional e luta na Justiça para finalmente poder ser livre de novo. E nesta quarta-feira (23) o mundo parou para ouvir o depoimento da artista no julgamento que pode decidir sua liberdade, contrariando aqueles que a acusam de ser incapaz de assumir as rédeas da própria vida.

<em>Imagem: Divulgação/Hulu/The New York Times</em>
Imagem: Divulgação/Hulu/The New York Times

Depoimentos chocantes

No tribunal, antes de Britney Spears começar o seu depoimento, o advogado Samuel Ingham deixou claro a quem estava presente que a cantora estava falando em um telefone separado e que nada iria impedir que ela contasse tudo o que tinha para dizer. "É uma audiência aberta. Minha cliente é livre para discutir qualquer aspecto da tutela que desejar", disse o advogado.

Então, Britney começou a contar que sentiu que não foi ouvida na primeira vez em que esteve em julgamento, há dois anos, e que as pessoas que fizeram isso não deveriam escapar. Na sequência começou a falar sobre quando foi obrigada a entrar em turnê, em 2018, caso contrário seria processada, e que fez as apresentações com medo.

Britney também falou sobre ter sido obrigada a mentir ao mundo inteiro que estava bem, quando na verdade estava traumatizada, dizendo ainda que está revoltada e que não consegue dormir. Depois da turnê, a cantora disse que precisou ficar presa dentro de casa com uma equipe de cuidadores, que ignoravam qualquer intimidade na qual ela tinha direito, até mesmo de trocar de roupa sem ninguém por perto.

O maior acusado dos abusos psicológicos sofridos por Britney é o próprio pai, Jamie Spears, que obriga a cantora a sempre aparecer perfeita, mas que parece sentir prazer em ver o seu sofrimento com tudo isso. Além do pai, ela acusa advogados e agentes de lucrar com a carreira dela ao longo de todos esses anos, e que o estado da Califórnia permitiu que eles fizessem isso.

A cantora ainda deixou claro que quer ficar livre da curatela e que se recusa a se sentar em uma sala para ser avaliada de novo, pois acredita que não precisa passar por esse processo, que sempre foi humilhante. "É constrangedor e desmoralizante o que eu tenho passado", disse a artista. "Eu só quero a minha vida de volta e já se passaram 13 anos. Já faz muito tempo... sendo ouvida que não sou boa o suficiente. Eu honestamente gostaria de processar a minha família".

<em>Britney Spears e o namorado, Sam Asghari (Imagem: Reprodução/Instagram/Britney Spears)</em>
Britney Spears e o namorado, Sam Asghari (Imagem: Reprodução/Instagram/Britney Spears)

Controle da vida pessoal

Britney também deu detalhes sobre sua vida pessoal, dizendo que se sente sozinha e que merece ter um filho e uma família. Ela diz que, de fato, precisa de terapia, mas que o que ela tem passado é ilegal e que nunca fez nada de errado para receber o tratamento que vem recebendo.

A artista disse ter sido proibida de fazer viagens se não obedecesse às ordens da tutela e desabafou sobre só querer poder fazer coisas simples do dia a dia, como ver os amigos, o namorado, dirigir o próprio carro, fazer terapia conforme suas próprias exigências e ainda aumentar a família.

"Eu queria poder casar e ter um filho. Eu fui obrigada a colocar um DIU dentro de mim para que eu não engravidasse. Eu queria muito ter um bebê, mas essa equipe não me deixa retirar (o contraceptivo). Eu mereço ter uma vida. Me sinto sozinha. Eu mereço ter um filho e uma família", conta Britney, que já é mãe de dois adolescentes.

O caso ainda está em andamento, mas você pode entender mais sobre o que vem acontecendo no documentário Framing Britney Spears, disponível no Globoplay.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos