Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    43.348,70
    +557,15 (+1,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Francês Ocon, da Alpine, conquista 1ª vitória na F1

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O francês Esteban Ocon conquistou sua primeira vitória na Fórmula 1 com a Alpine, da Renault, neste domingo (1º), no Grande Prêmio da Hungria.

A corrida foi interrompida e reiniciada após o caos na primeira volta. Houve muitas desistências ao longo da prova.

Ocon, que ficou em segundo depois de uma curva após vários acidentes, resistiu aos ataques do veterano Sebastian Vettel, da Aston Martin, para se tornar o 14º piloto de seu país a vencer na F1.

Vettel, que largou na última posição, ficou em segundo lugar, enquanto o inglês Lewis Hamilton, sete vezes campeão mundial da Mercedes, ficou na terceira posição após largar na pole position.

Hamilton, que chegou a ficar em último lugar durante algumas voltas, conseguiu se recuperar e reconquistar a liderança do campeonato. O holândes Max Verstappen, da Red Bull, se envolveu em um acidente na primeira volta e terminou em 10º. O britânico agora tem uma vantagem de seis pontos.

Ocon também deu à equipe Alpine (antiga Renault) sua primeira vitória desde 2008, quando Fernando Alonso venceu no Japão.

O Grande Prêmio da Hungria entrará para a história das mais conturbadas na Fórmula 1. Como Olivier Panis, em 1996, em Mônaco, ou Pierre Gasly, em 2020, em Monza, na Itália, foi um francês que soube aproveitar as circunstâncias.

Ocon precisou de 78 GPs para entrar no seleto clube dos vencedores de Grandes Prêmios, agora composto por 111 pilotos.

Após a vitória, o francês correu pela área dos boxes, pulou e abraçou Alonso, seu companheiro de equipe.

"Que momento, isso é muito bom. Tivemos momentos difíceis nesta temporada, mas continuamos trabalhando. Não sei o que dizer, é simplesmente fantástico. É um esforço de equipe", disse Ocon antes de subir ao pódio.

A corrida começou sob chuva. Na primeira curva, Valtteri Bottas, da Mercedes, Sergio Pérez (Red Bull), Charles Leclerc (Ferrari), Lando Norris (McLaren) e Lance Stroll (Aston Martin) tiveram que deixar o Grande Prêmio da Hungria.

RESULTADO DO GP DA HUNGRIA

1. E OCON (Alpine) 70 voltas

2. S VETTEL (Aston Martin Mercedes) +1.859

3. L HAMILTON (Mercedes) +2.736

4. C SAINZ (Ferrari) +15.018

5. F ALONSO (Alpine) +15.651

6. P GASLY (AlphaTauri Honda) +1:03.614

7. Y TSUNODA (AlphaTauri Honda) +1:15.803

8. N LATIFI (Williams Mercedes) +1:17.910

9. G RUSSELL (Williams Mercedes) +1:19.094

10. M VERSTAPPEN (Red Bull Honda) +1:20.244

11. K RÄIKKÖNEN (Alfa Romeo Ferrari) + 1 volta

12. D RICCIARDO (McLaren Mercedes) + 1 volta

13. M SCHUMACHER (Haas Ferrari) + 1 volta

14. A GIOVINAZZI (Alfa Romeo Ferrari) + 1 volta

Não completaram:

15. N MAZEPIN (Haas Ferrari)

16. L NORRIS (McLaren Mercedes)

17. S PÉREZ (Red Bull Honda)

18. L STROLL (Aston Martin Mercedes)

19. C LECLERC (Ferrari)

20. V BOTTAS (Mercedes)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos