Mercado abrirá em 2 h 13 min
  • BOVESPA

    112.486,01
    +1.576,40 (+1,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.684,86
    +1.510,80 (+3,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,87
    +0,32 (+0,40%)
     
  • OURO

    1.790,00
    +30,10 (+1,71%)
     
  • BTC-USD

    17.105,02
    +233,29 (+1,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,98
    +4,28 (+1,07%)
     
  • S&P500

    4.080,11
    +122,48 (+3,09%)
     
  • DOW JONES

    34.589,77
    +737,24 (+2,18%)
     
  • FTSE

    7.586,84
    +13,79 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    18.736,44
    +139,21 (+0,75%)
     
  • NIKKEI

    28.226,08
    +257,09 (+0,92%)
     
  • NASDAQ

    12.003,00
    -39,25 (-0,33%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4083
    +0,0118 (+0,22%)
     

França preocupa imprensa local após Liga das Nações

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Flerte com o rebaixamento e fora das semifinais da Liga das Nações. O desempenho da França nas duas últimas rodadas da fase de grupos da competição de seleções ligou o sinal de alerta na imprensa local no último compromisso antes da Copa do Mundo do Qatar.

Apesar da onda de lesões —que tirou nomes como Benzema, Kanté e Lloris— os veículos franceses se preocuparam com a derrota por 2 a 0 sobre a Dinamarca, no domingo (25), que só não culminou em um rebaixamento para a Liga B pela vitória da Croácia sobre a Áustria. Atual campeã do torneio, a França terminou na modesta terceira colocação do Grupo 1, com cinco pontos e apenas uma vitória.

O jornal "L'Equipe" apontou que a última apresentação da seleção francesa antes do Mundial do Qatar "não foi tranquilizadora".

"Não foi a melhor maneira de completar este encontro em setembro, e a pouco menos de dois meses da Copa do Mundo, a última impressão deixada pelos Blues não foi tranquilizadora. No espaço de três dias, e com cinco mudanças feitas em relação aos onze escalados contra a Áustria, o time francês perdeu tudo o que o tornava forte: sua eficiência ofensiva, mas também - e acima de tudo - sua capacidade defender bem", escreveu o tabloide.

Já o "Le Parisien" afirmou que o jogo de ontem se transformou em uma "confusão" para os comandados de Deschamps, e torceu pelo rápido retorno dos jogadores lesionados.

"Iniciado com boas intenções, este encontro rapidamente se transformou em uma confusão para os Blues, que primeiro ficaram para trás antes de faltar realismo na frente contra Kasper Schmeichel. Vencedora da última edição, a França venceu apenas um encontro nesta Liga das Nações", destacou o jornal.

Por fim, a rádio "RMC Sport" viu uma seleção francesa "abalada" pela Dinamarca. "Foi a última partida antes da Copa do Mundo de 2022. E ela não tranquilizou nada. A menos de dois meses da grande viagem ao Qatar, a seleção francesa foi seriamente abalada pela Dinamarca. Depois de vinte minutos de boa qualidade, os jovens franceses gradualmente se desorganizaram. Bastante espetacular. A ponto de deixar avenidas para os dinamarqueses, que não têm vergonha de aproveitá-la".

A França está no Grupo D da Copa do Mundo do Qatar, e estreia contra a Austrália, no dia 22 de novembro, às 16h (de Brasília), no estádio Al Janoub.