Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    49.604,07
    +2.448,94 (+5,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

França obriga confinamento de aves de criadouro por risco 'elevado' de gripe aviária

·1 min de leitura
França obriga confinamento de aves de criadouro por risco 'elevado' de gripe aviária (AFP/PHILIPPE MERLE)

A França decretou, nesta sexta-feira (5), o confinamento das aves de criadouro em seus territórios na Europa, depois do aumento para "elevado" do risco de gripe aviária para "alto" decorrente da multiplicação de casos em países vizinhos.

Este aumento do nível de risco implica que os criadores terão de confinar os animais, de modo a evitar que entrem em contato com aves migratórias, suscetíveis de estarem infectadas. A medida já foi adotada pela Holanda.

O governo busca evitar o que aconteceu no inverno europeu passado (verão no Brasil), quando registrou quase 500 focos, principalmente na região sudoeste, famosa pela produção de "foie gras". Mais de 3,5 milhões de aves, principalmente patos, foram sacrificadas.

"O aumento da dinâmica de infecção nos corredores migratórios justifica que se eleve o nível de risco" para "elevado" nos territórios franceses na Europa, afirma a decisão publicada no Diário Oficial, de aplicação imediata.

Em um comunicado, o Ministério da Agricultura destacou os casos registrados na Europa, tanto no Mar do Norte quanto no Báltico, assim como em três incubadoras alemãs e em seis no nordeste da Itália.

A França também registrou três focos de gripe aviária, mas em criadouros particulares, em dois departamentos do norte, na fronteira com a Bélgica, acrescentou o Ministério.

myl-tjc/me/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos