Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.785,50
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    55.130,86
    -361,52 (-0,65%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

França dá mais tempo ao Reino Unido em disputa sobre pesca

·1 min de leitura
Boris Johnson (d) recebe Emmanuel Macron na COP26, em Glasgow (AFP/Alastair Grant)

O presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou nesta segunda-feira que não aplicará de forma imediata medidas de retaliação contra a Grã-Bretanha por uma disputa sobre direitos de pesca, enquanto prosseguem as negociações sobre o assunto.

As discussões continuarão esta semana entre a França, o Reino Unido e a Comissão Europeia, informou Macron paralelamente à reunião de cúpula da COP26, em Glasgow, descartando uma represália imediata. "Não iremos impor sanções enquanto estamos negociando".

Londres comemorou o anúncio de Macron. O ministro do Brexit, David Frost, disse que aceitou o convite do secretário de Estado da França para Assuntos Europeus, Clement Beaune, para uma reunião. "Aguardo nossa conversa na próxima quinta-feira em Paris", tuitou.

A França havia anunciado que submeteria as importações britânicas a controles mais rígidos a partir desta terça-feira, em resposta à disputa pesqueira, que se agravou desde a entrada em vigor do Brexit, no começo do ano.

"Saudamos o anúncio do governo francês de não aplicar suas medidas", declarou o governo britânico. “Como temos dito, estamos prontos para dar prosseguimento às discussões intensas sobre a pesca."

A França acusa o Reino Unido de conceder licenças pós-Brexit insuficientes a seus pescadores, e havia prometido fechar seus portos aos navios de pesca britânicos a partir de hoje e apertar o controle sobre os caminhões. Antes da cúpula do G20, a tensão aumentou ainda mais com a ameaça de Londres de aplicar "controles rigorosos" aos navios europeus em suas águas se Paris aplicasse represálias.

bur-jit/pvh/mas/dga/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos