Mercado abrirá em 8 h 37 min

França anunciará novas restrições contra a covid-19 nesta quinta, diz Macron

·1 minuto de leitura

Em entrevista ao canal “TF1”, o presidente francês disse que as medidas terão como foco locais onde os hospitais estão sob pressão por causa do aumento de casos da doença O presidente da França, Emmanuel Macron, afirmou nesta quarta-feira (7) que o governo do país anunciará amanhã novas medidas para enfrentar uma segunda onda de covid-19. Em entrevista ao canal “TF1”, Macron disse que o anúncio será feito pelo ministro da Saúde, Olivier Verán, e terá como foco locais onde os hospitais estão sob pressão por causa do aumento de casos. As restrições também tentarão diminuir a circulação do vírus entre pessoas mais velhas. Para combater o novo surto da doença, a França colocou Paris e Marselha, as duas maiores cidades do país, em “alerta máximo”. Em Marselha, bares e restaurantes já foram fechados. Na capital, os restaurantes ainda estão abertos, mas só podem funcionar em horário reduzido. Número recorde de casos Antes da entrevista de Macron, a França registrou 18.746 novos casos de covid-19 em 24 horas, recorde desde o início da pandemia, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde francês. Além disso, outras 80 pessoas morreram no mesmo período, elevando o total de óbitos no país para 32.445.