França e Alemanha querem negociar sobre Chipre

Os ministros de Finanças da França e Alemanha defenderam hoje que as negociações para a concessão de um pacote de ajuda ao Chipre sejam retomadas em breve, após a conclusão da eleição presidencial no país neste fim de semana.

Em comunicado conjunto, Pierre Moscovici e o colega alemão, Wolfgang Schäuble, elogiaram o resultado da eleição cipriota, que permitirá a formação de um governo que dará prosseguimento às conversas sobre um programa de assistência financeira para Nicósia.

"As discussões devem ser retomadas logo, com o objetivo de fechar um acordo antes do fim de março. Pedimos à troica e às autoridades cipriotas que avancem para a finalização de um memorando de entendimento", disseram os ministros no comunicado.

O líder conservador do Chipre, Nicos Anastasiades, venceu ontem o segundo turno da disputa presidencial e prometeu que em breve garantirá um pacote de resgate, no valor de bilhões de euros, para evitar que o país decrete moratória.

"...temos confiança que o novo governo vai acelerar significativamente o ritmo das reformas para assegurar crescimento sustentável e estabilidade fiscal e financeira, que são do interesse do Chipre e da zona do euro como um todo", acrescentaram os ministros no comunicado. As informações são da Dow Jones.

Carregando...