Mercado abrirá em 9 h 41 min
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,35 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,24
    +0,60 (+0,84%)
     
  • OURO

    1.775,70
    +6,70 (+0,38%)
     
  • BTC-USD

    35.111,66
    -511,85 (-1,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    -69,08 (-7,35%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,32 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.519,77
    -281,50 (-0,98%)
     
  • NIKKEI

    27.980,87
    -983,21 (-3,39%)
     
  • NASDAQ

    13.993,50
    -41,50 (-0,30%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0344
    -0,0017 (-0,03%)
     

Foxconn faz parceria com tailandesa PTT para produção de veículos elétricos

·1 minuto de leitura

TAIPÉ (Reuters) - A taiuanesa Foxconn anunciou nesta segunda-feira parceria com a estatal tailandesa de energia PTT PCL para a produção de carros elétricos no país do sudeste asiático, ampliando uma série de acordos semelhantes acertados pela companhia responsável pela produção do iPhone.

A Foxconn, principal fabricante de produtos da Apple, ampliou suas atividades para o segmento de veículos elétricos no ano passado, acertando acordos com as montadoras chinesa de veículos Byton e Zhejiang Geely Holding Group bem como com o grupo europeu Stellantis.

Foxconn e PTT assinaram memorando de entendimento para cooperarem na produção de veículos elétricos e seus componentes para o mercado tailandês, afirmaram as duas companhias em comunicado.

Sob a parceria, uma "plataforma aberta" que fornece serviços de hardware e software será disponibilizada para montadoras de veículos no país. As empresas não mencionaram detalhes como investimento e planos de produção.

A Foxconn planeja fornecer componentes ou serviços para 10% dos veículos elétricos do mundo entre 2025 e 2027.

No maior acordo do tipo acertado pela Foxconn até agora, a empresa taiuanesa anunciou neste mês que vai produzir pelo menos 150 mil veículos por ano a partir de 2023 em parceria com a norte-americana Fisker.

(Por Yimou Lee)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos