Mercado abrirá em 1 h 40 min
  • BOVESPA

    110.140,64
    -1.932,91 (-1,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.874,91
    -1.144,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,04
    +0,16 (+0,21%)
     
  • OURO

    1.925,30
    -5,50 (-0,28%)
     
  • BTC-USD

    23.429,03
    -386,04 (-1,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    534,96
    -10,35 (-1,90%)
     
  • S&P500

    4.179,76
    +60,55 (+1,47%)
     
  • DOW JONES

    34.053,94
    -39,02 (-0,11%)
     
  • FTSE

    7.837,21
    +17,05 (+0,22%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.659,00
    -187,75 (-1,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4989
    +0,0092 (+0,17%)
     

Fotos da Terra | Satélite NOAA-21 mostra detalhes incríveis do nosso planeta

O novo satélite NOAA-21, fruto da parceria entre a NASA e a National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA), entregou sua primeira imagem de toda a Terra. Os registros, feitos nos dias 5 e 6 de dezembro, foram reunidos em um impressionante mosaico.

Mares turquesa banhando a ilha de Cuba, queimadas no norte da Índia e o movimento das nuvens na atmosfera... essas são algumas das feições que podem ser vistas na primeira imagem completa da Terra capturada pelo NOAA-21. O satélite é a nova iteração de um programa que monitora o planeta de polo a polo, substituindo o antecessor lançado em 2017.

Mosaico da Terra feito com as primeiras imagens do satélite NOAA-21 (Imagem: NOAA STAR VIIRS Imagery Team)
Mosaico da Terra feito com as primeiras imagens do satélite NOAA-21 (Imagem: NOAA STAR VIIRS Imagery Team)

O novo satélite conta com um instrumento chamado Conjunto Radiométrico de Imageamento Visível e Infravermelho (VIIRS), que, como o nome sugere, captura imagens nestas duas faixas de comprimento de onda. As imagens no espectro infravermelho complementam as do espectro de luz visível, resultando em altos detalhes da superfície terrestre.

Imagem do mar do Caribe capturada pelo satélite NOAA-21 (Imagem NOAA STAR VIIRS Imagery Team)
Imagem do mar do Caribe capturada pelo satélite NOAA-21 (Imagem NOAA STAR VIIRS Imagery Team)

O NOAA-21 viaja a 824 quilômetros da superfície, a uma velocidade de 27.460 km/h. O satélite cruza a linha do Equador 14 vezes por dia, o que permite com que ele forneça duas observações completas da Terra em 24 horas.

Fumaça provocada por queimadas agrícolas no norte da Índia (Imagem: NOAA STAR VIIRS Imagery Team)
Fumaça provocada por queimadas agrícolas no norte da Índia (Imagem: NOAA STAR VIIRS Imagery Team)

O próximo satélite da série já está em desenvolvimento e tem data de lançamento agendada para 2027.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: