Mercado fechará em 4 h 2 min

Foto premiada obriga reset de fábrica em smartphones Android; entenda

Claudio Yuge

Garav Agrawal é um cientista a fotógrafo amador que costuma postar suas belas imagens no Flickr. Uma delas tem um cantinho especial em seu coração, mas ele não sabia que poderia causar problemas para os usuários de Android: um “momento mágico” registrado no Parque Nacional Glacier, nos Estados Unidos, quando definido como papel de parede, causa uma falha que obriga o reset de fábrica em alguns dispositivos.

Tudo começou em agosto de 2019, quando Agrawal registrou o horizonte com cores incríveis e uma vista sensacional do St. Mary Lake. Seu material costuma ser baixado e utilizado pelos mais de 10 mil seguidores no Flickr, normalmente como papel de parede para máquinas e smartphones. E esta fotografia, em especial, foi premiada pela National Geographic — o que chamou mais atenção ainda e, consequentemente, teve mais downloads.

Contudo, alguns meses depois, começaram a surgir bugs quando a imagem era definida como papel de parede em telefones com o Android 10 — não há detalhes sobre quais versões do sistema e aparelhos, especificamente, foram afetados. Os smartphones passaram a desligar e ligar repetidamente, exigindo uma redefinição de fábrica — ou todos os dados limpos.

O caso ficou mais conhecido recentemente porque o famoso leaker Ice Universe alertou sobre o problema, e seu tweet viralizou pela web.


Autor das fotos lamenta

"Foi uma noite mágica", disse Agrawal, procurado pela BBC para falar sobre o ocorrido. Ele descreveu como tirou a foto no parque, no começo da noite, junto de sua esposa, na terceira viagem que fez até o Parque Nacional Glacier. "Estava sombrio e nublado, e pensamos que não haveria um grande pôr-do-sol. Estávamos prestes a sair quando as coisas começaram a mudar", complementou. Ele pegou a foto na câmera Nikon e depois fez uma pequena edição usando o software de edição Adobe Lightroom.

O autor da foto (Reprodução/Garav Agrawal)

E é aí que o problema parece ter nascido (especialistas explicam melhor logo abaixo). O Lightroom oferece três opções de modo de cor para exportar o resultado final. O que ele escolheu é o que parece confundir alguns aparelhos Android. "Não sabia que o formato faria isso. Tenho um iPhone e meu papel de parede é sempre uma foto da minha esposa", disse.

"Não fiz nada intencionalmente. Estou triste por essa pessoas terem problemas", lamentou.

Especialistas explicam o que deu errado

Ken Munro e Dave Lodge, da firma de cibersegurança Pen Security Partners, detalham o que aconteceu. "Como as fotografias digitais melhoraram em qualidade, os telefones precisam verificar qual é o 'espaço de cores' da imagem para descobrir como exibi-la corretamente. É como um telefone sabe exibir exatamente o tom certo de verde, por exemplo”, explicam.

"Existem diferentes maneiras de definir o espaço de cores. Alguns espaços têm usos especializados em design gráfico; portanto, às vezes, você vê imagens que não estão no formato usual 'Standard RGB'. Também é possível criar deliberadamente imagens com mais informações de cores do que alguns dispositivos podem suportar”, continuaram.

"O que aconteceu aqui é que a maneira como alguns telefones lidam com esses casos deu errado. O telefone falha porque não sabe como lidar com isso corretamente, e os desenvolvedores do software provavelmente não consideraram que isso poderia acontecer", completaram. Até agora, o Google não falou a respeito — e não recomendamos testar isso em seu aparelho, pois ele também pode apresentar a mesma falha.

E embora a imagem seja mesmo muito boa, melhor mesmo evitá-la como papel de parede. “Esperava que minha fotografia tivesse se tornado ‘viral’ por um bom motivo, mas talvez isso seja para outra hora. Vou usar outro formato a partir de agora", finalizou Agrawal.

Fonte: Canaltech