Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.541,95
    -1.079,62 (-1,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.524,45
    -537,16 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    106,27
    +0,51 (+0,48%)
     
  • OURO

    1.805,20
    -2,10 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    20.378,48
    +352,11 (+1,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    435,82
    +4,35 (+1,01%)
     
  • S&P500

    3.785,38
    -33,45 (-0,88%)
     
  • DOW JONES

    30.775,43
    -253,88 (-0,82%)
     
  • FTSE

    7.169,28
    -143,04 (-1,96%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    26.190,27
    -202,77 (-0,77%)
     
  • NASDAQ

    11.496,75
    -32,75 (-0,28%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4973
    -0,0083 (-0,15%)
     

Fotógrafo registra a ISS passando em frente ao Sol; confira as fotos!

O fotógrafo e astrônomo amador Jamie Cooper fez belas fotos da silhueta da Estação Espacial Internacional (ISS), enquanto passava em frente ao Sol. Ele descobriu que o laboratório orbital estaria visível sobre sua casa em Whilton, no Reino Unido, no dia 17 de junho, e preparou um telescópio e uma câmera de vídeo de alta velocidade para registrar o evento.

O trânsito (nome dado quando um objeto passa em frente a outro) da ISS pelo Sol mal durou um segundo, e foi fotografado às 6h22, no horário de Brasília. “Era uma oportunidade que não podia perder”, disse Cooper.

Abaixo, você confere as fotos, que mostram a estação e até manchas solares:

A ISS estava a cerca de 400 km de altitude, se deslocando a aproximadamente 27.300 km/h. A câmera usada para as fotos estava registrando 80 quadros por segundo. Em entrevista à BBC, Cooper explicou que estava no lugar certo, na hora certa, para as fotos. “Eu verifiquei a data três dias antes, e a estação ia ‘escapar’ da minha casa”, recordou. “Verifiquei um dia antes e ela estaria sobre a minha casa, tive muita sorte”, celebrou o fotógrafo.

Cuidados para observar o Sol

As fotos são incríveis, mas vale lembrar que é preciso tomar muito cuidado para observar o Sol a olho nu ou com instrumentos, como telescópios; afinal, nossa estrela é extremamente brilhante, e observá-la sem a proteção adequada pode causar danos permanentes à retina.

“É importante dizer que usei um telescópio especializado com filtro, porque você nunca deve olhar para o Sol sem ele — isso pode levar à cegueira permanente”, alertou Cooper. Há diferentes técnicas para observar nosso astro com segurança. Por exemplo, se você tiver um telescópio, pode se inspirar em Cooper e usar um filtro solar apropriado para as observações.

Outra opção é usar um método de observação indireta, como uma “câmera pinhole”, que pode ser feita facilmente com materiais disponíveis em casa. Esta é uma alternativa bastante adotada para a observação de eclipses solares, porque além da segurança para acompanhar o fenômeno, permite projetar a imagem do Sol em uma superfície, de modo que várias pessoas podem ver o eclipse.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos