Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.031,98
    +267,72 (+0,24%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.638,36
    -215,01 (-0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,44
    -0,97 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.794,00
    -4,10 (-0,23%)
     
  • BTC-USD

    24.014,68
    -285,64 (-1,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    569,55
    -21,21 (-3,59%)
     
  • S&P500

    4.297,14
    +16,99 (+0,40%)
     
  • DOW JONES

    33.912,44
    +151,39 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.509,15
    +8,26 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    20.040,86
    -134,76 (-0,67%)
     
  • NIKKEI

    28.785,43
    -86,35 (-0,30%)
     
  • NASDAQ

    13.662,25
    -19,00 (-0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1785
    0,0000 (0,00%)
     

Ford Maverick x Fiat Toro: qual é a melhor picape?

O segmento de picapes intermediárias surgiu com o lançamento da então chamada Renault Duster Oroch. Derivada do SUV compacto Duster, o modelo romeno (originário da Dacia, subsidiária da Renault na Romênia), tinha como característica ser uma caminhonete em estilo monobloco, como são feitos os carros de passeio, e não em chassi, modo como são construídas as picapes médias em diante.

Para competir com o Renault, a Fiat fez uma jogada de mestre e trouxe um produto maior, mais robusto, requintado e potente, e que dominaria o segmento sem rivais a altura durante um bom tempo: a Fiat Toro. Lançada em 2016, a picape italiana popularizou o segmento e incomoda, desde então, rivais maiores e mais parrudas, como a Toyota Hilux.

Eis que, no início de 2022, a Ford resolveu encarar a Toro com a chegada da Ford Maverick, picape também feita em monobloco, mas pensada para o público americano, ou seja, com uma proposta mais de passeio e desempenho do que de trabalho. E, mesmo que não venda tão bem quanto o modelo italiano, não há como negar que, agora, há um competidor a altura da Toro.

Toro ou Maverick: qual é a melhor picape? (Imagem: Felipe Ribeiro/Canatech)
Toro ou Maverick: qual é a melhor picape? (Imagem: Felipe Ribeiro/Canatech)

O Canaltech já teve a oportunidade de testar Fiat Toro em suas duas motorizações e, também, a Ford Maverick em sua variante topo de gama. Para esse comparativo, assim como fizemos em outros modelos, a análise será mais minuciosa e detalhista, a fim de que encontremos qual é a melhor picape. Para isso, levaremos em conta os seguintes requisitos:

  • Design

  • Acabamento

  • Conforto

  • Desempenho

  • Conectividade

  • Segurança

  • Custo-Benefício

Já a pontuação, será a seguinte:

  • Vitória: 3 Pontos

  • 2º lugar com pouca desvantagem: 2 pontos

  • 2º lugar absoluto: 1 ponto

7. Design

O duelo entre Ford Maverick e Fiat Toro já começa extremamente equilibrado. A picape italiana é referência em design no Brasil desde seu lançamento e as coisas só melhoraram no facelift realizado em 2021. A Maverick, por outro lado, traz um perfil mais retilíneo, com a nova identidade visual da montadora norte-americana.

A Fiat Toro passa mais robustez do que a Maverick e, por isso, pode agradar mais os picapeiros (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
A Fiat Toro passa mais robustez do que a Maverick e, por isso, pode agradar mais os picapeiros (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Pensando sob o ponto de vista de um picapeiro, a Toro talvez consiga transmitir mais robustez do que a Maverick, que tem apelo mais esportivo. Isso fica evidenciado pela grande diferença entre o vão-livre do solo de cada um dos modelos. Por mais que aqui entre o gosto pessoal do repórter, não podemos negar que a Toro tem um visual mais harmônico.

  • Vencedora: Fiat Toro - 3 pontos

  • 2º lugar: Ford Maverick - 2 pontos

6. Acabamento

Um dos quesitos mais equilibrados entre a Fiat Toro e a Ford Maverick é mesmo o acabamento, tanto que um empate por aqui não seria nenhum absurdo. Ambas usam muito plástico duro em suas respectivas cabines, mas com tudo bem encaixado e harmônico.

Mesmo diferentes, interiores se equivalem (Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech)
Mesmo diferentes, interiores se equivalem (Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech)

Enquanto a Ford Maverick aposta em um estilo mais sóbrio e "country", a Toro entrega uma aparência um pouco mais sofisticada. Poderíamos, até, apelar para os apetrechos de tecnologia, como as centrais multimídia, mas aí seria fugir um pouco do que queremos passar aqui. Sendo assim, o empate segue sendo mais justo.

  • Empate: Ford Maverick e Fiat Toro: 3 pontos

5. Conforto

Na soma dos fatores espaço interno e rodagem, a Ford Maverick é, no geral, um pouco mais confortável do que a Fiat Toro. Além das medidas entre-eixos do modelo americanos erem maiores (3,07m contra 2,99m), o acerto de suspensão da Maverick lembra o de um sedã, enquanto a Toro mais parece um SUV.

Espaço na fileira de trás da Maverick é um pouco melhor do que no da Toro (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
Espaço na fileira de trás da Maverick é um pouco melhor do que no da Toro (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

A Toro está longe de ser desconfortável e até encara melhor a buraqueira das ruas brasileiras, mas a Ford Maverick superou o modelo italiano nesse requisito. Por pouco, mas superou.

  • Vencedora: Ford Maverick - 3 pontos

  • 2º lugar: Fiat Toro - 2 pontos

4. Desempenho

Por aqui, sem surpresas. A Ford Maverick dá um banho na Fiat Toro quando pensamos em desempenho. Mas, precisamos fazer algumas ressalvas e considerar algumas coisas antes de ratificarmos a superioridade da picape norte-americana.

Na ficha, tudo se justifica nas ruas: a Maverick sobra com seu motor 2.0 turbo a gasolina, que entrega 253cv e 38,7 kgf/m de torque. O 0 a 100 km/h é de 7,2 segundos, quase igual ao VW Jetta GLI, por exemplo. Já a Toro, com seu novo e ótimo motor 1.3 turbo flex, despeja 185cv e 27,5 kgf/m de torque, mais potente e menos torcudo do que o da versão a diesel, que sai com 170cv, porém com 35,7 kgf/m.

Na aceleração de 0 a 100 km/h, a Toro flex consegue chegar em 10,7 segundos, enquanto a diesel em 12,7s. A Maverick pesando quase 1.800kgs, fica no meio-termo entre ambas.

O que pode tornar as coisas interessantes para a Toro é o seu uso para o trabalho, sobretudo nas versões com motorização diesel. O torque aparece bem mais cedo do que na Maverick, e é possível utilizar o modo de tração 4x4 com reduzida, ou seja, força de sobra para levar mais de 1 tonelada em seu bagageiro — a Maverick leva apenas 617 kgs, menos até do que os 670 kgs da variante flex da Toro.

Ou seja: diversão é com a Maverick; trabalho é com a Toro.

  • Vencedora: Ford Maverick - 3 pontos

  • 2º lugar: Fiat Toro - 2 pontos

3. Conectividade

Por aqui, a Fiat Toro supera, e muito, a sua rival Maverick. Além de ter conectividade com Android Auto e Apple CarPlay sem fio em sua central multimídia, a picape italiana dispõe de outros mimos tecnológicos, como a conexão 4G nativa, GPS nativo e o sistema Fiat Connect Me, mas robusto do que o Ford Pass Connect.

Central Multimídia da Fiat Toro é consideravelmente superior à da Ford Maverick (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
Central Multimídia da Fiat Toro é consideravelmente superior à da Ford Maverick (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Com o Fiat Connect Me, podemos, além de rastrear o veículo, delimitar o perímetro de ação do carro, monitorar a que velocidade ele andou, dar a partida remotamente, climatizá-lo e até mesmo mandar um trajeto diretamente para o GPS. No Ford, mais da metade desses recursos não existe.

  • Vencedora: Fiat Toro - 3 pontos

  • 2º lugar: Ford Maverick - 1 ponto

2. Segurança

Tanto Fiat Toro quanto Ford Maverick possuem recursos avançados de segurança, mas algumas mancadas do modelo norte-americano fizeram com que a vencedora nessa disputa fosse a picape italiana.

Ambas possuem seis airbags, alerta de colisão frontal, frenagem automática de emergência, controles de estabilidade e tração, farol alto com comutação automática e sensores crepuscular e de chuva. A Toro, porém, acrescenta o alerta de saída de faixa com correção.

O problema na Maverick é que itens triviais são oferecidos apenas como opcionais, como a capota marítima para a caçamba e os sensores de estacionamento. Além disso, o retrovisor interno eletrocrômico deveria ser um item para um carro que custa mais de R$ 230 mil.

  • Vencedora: Fiat Toro - 3 pontos

  • 2º lugar: Ford Maverick - 2 pontos

1. Custo-Benefício

Nem mesmo a versão mais equipada e cara da Fiat Toro custa o mesmo que a Ford Maverick. E, se levarmos em conta o que cada uma oferece, a escolha mais óbvia é da picape italiana, que entrega bom desempenho, manutenção mais barata e até mais itens de série do que sua rival dos Estados Unidos.

Os preços da Fiat Toro, apesar de também serem altos, são mais vantajosos do que o praticado pela Ford com a Maverick (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
Os preços da Fiat Toro, apesar de também serem altos, são mais vantajosos do que o praticado pela Ford com a Maverick (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Objeto de nossa análise, a Fiat Toro Volcano, com todos os opcionais, sai por R$ 210 mil com motor diesel e R$ 190 mil na turboflex. Já a Maverick Lariat, única à venda no Brasil e que também foi testada pelo Canaltech, sai por R$ 236 mil.

  • Vencedora: Fiat Toro - 3 pontos

  • 2º lugar: Ford Maverick - 2 pontos

Ford Maverick x Fiat Toro: Qual é a melhor?

  1. Fiat Toro - 18 pontos

  2. Ford Maverick - 17 pontos

Mesmo com a proposta de ser um produto com pegada mais premium e de proposta esportiva, a Ford Maverick não consegue superar a Fiat Toro quando as colocamos frente à frente e comparamos tudo o que compõe os veículos. Sem apelar demais para o aspecto off-road e de carga, que a Toro leva ampla vantagem, o projeto da Fiat parece mais acertado para o mercado brasileiro.

Cabe à Ford pensar em como tornar a Ford Maverick mais competitiva. Talvez com um motor menos potente e versões mais em conta, seu preço possa abaixar e incomodar, de fato, a rival italiana. Por enquanto, isso fica apenas na ficha técnica.

E você? Qual das duas picapes teria?

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos