Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.797,30
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    17.049,58
    +97,17 (+0,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

Ford faz recall de 634 mil SUVs por risco de incêndio

Por David Shepardson

PETALUMA, Estados Unidos (Reuters) - A Ford está fazendo recall de 634 mil veículos utilitários esportivos (SUVs) em todo o mundo devido a risco de fogo causado ​​por injetores de combustível rachados e pedirá aos proprietários que tenham seus carros inspecionados, informou a empresa nesta quinta-feira.

A montadora disse que o recall abrange os SUVs Bronco Sport e Escape ano modelo entre 2020 e 2023 com motores de 3 cilindros e 1,5 litros. O recall inclui muitos veículos que já constaram de um recall abril relacionado ao compartimento do separador de óleo, que pode rachar e vazar, causando fogo no motor.

Os veículos reparados no recall anterior ainda precisam passar pelo novo recall, disse a Administração Nacional de Segurança no Tráfego Rodoviário dos Estados Unidos.

A Ford disse que quando os motores dos SUVs cobertos pelo último recall estão funcionando, um injetor de combustível rachado pode fazer com que o combustível ou vapor de combustível se acumule perto de superfícies quentes, resultando potencialmente em incêndio sob o capô.

Assim que os reparos estiverem disponíveis, os revendedores atualizarão o software do veículo para detectar se um injetor de combustível está rachado e fornecerá uma mensagem no painel para alertar os motoristas.

“Se for detectada uma queda de pressão de combustível, a potência do motor será automaticamente reduzida para minimizar qualquer risco, além de permitir que os clientes dirijam até um local seguro, parem o veículo e providenciem o serviço”, acrescentou Ford.

O recall abrange cerca de 520 mil veículos nos Estados Unidos e cerca de 114 mil em outros países.

A Ford disse que recebeu 54 relatos de fogo, incluindo quatro envolvendo injetores de combustível rachados. Cerca de 13 outros foram provavelmente causados ​​por um injetor de combustível com vazamento.

(Por David Shepardson)