Mercado abrirá em 7 h 4 min

Ford confirma desistência de Caoa e diz negociar fábrica com outros grupos

Marli Olmos

Unidade de São Bernardo do Campo foi desativada no ano passado A direção da Ford confirmou, há pouco, que a venda da sua fábrica de São Bernardo do Campo (SP) para o grupo Caoa não se concretizou. Em nota, a empresa explicou que as negociações com o grupo brasileiro, que produz veículos das marcas Hyundai e Chery “não progrediram”.

Por outro lado, destacou a empresa americana, “há potenciais compradores interessados e engajados em conversações”.

Pela primeira vez desde que a montadora anunciou a decisão de fechar a fábrica de São Bernardo, há quase um ano, o governador João Doria (PSDB) admitiu hoje de manhã que o grupo Caoa desistiu de comprar as instalações da empresa no ABC. Segundo Doria, dois possíveis compradores avaliam possibilidade de ficar com a fábrica da Ford.

Doria destacou que o grupo Caoa decidiu investir na implantação de uma nova fábrica de automóveis de marca chinesa no Estado. O projeto, segundo o governador, será anunciado ainda em 2020.

O grupo Caoa informou que segue “estudando boas oportunidades de negócios, mas sem nenhum negócio completamente fechado”.

Fábrica da Ford foi desativada no ano passado

Divulgação