Mercado fechado

Ford Bronco pode ganhar motor 2.7 V6 biturbo da picape F-150

br.info@motor1.com (Nicolas Tavares)
Ford Bronco 2021 - Flagra

Utilitário será revelado em março para enfrentar o Jeep Wrangler

Falta tão pouco para a estreia do novo Ford Bronco, previsto para março, que mais informações sobre o utilitário aparecem quase que diariamente. Desta vez, o site Ford Authority revela que o futuro rival do Jeep Wrangler adotará a segunda geração do motor 2.7 V6 EcoBoost biturbo, o mesmo usado pela picape Ford F-150.

De acordo com o Ford Authority, citando “fontes ligadas ao projeto do veículo”, o 2.7 V6 seria combinado ao câmbio automático de 10 marchas lançado no ano passado. A possível motorização do Ford Bronco é uma das grandes discussões sobre o utilitário, já que a fabricante tem uma série de opções a serem escolhidas. Uma possibilidade levantada após um vazamento seria o 2.3 EcoBoost de 273 cv, além de rumores de que pode aparecer até um Bronco Raptor com motor V8.

Mais sobre o Ford Bronco

Este motor 2.7 V6 EcoBoost é de segunda geração e, no momento, é usado somente na picape F-150, gerando 329 cv e 55,2 kgfm. Ele recebeu alterações que aumentaram o torque máximo e reduziram o atrito para melhorar o rendimento. A versão anterior era usada em mais modelos, como o Ford Edge ST vendido no Brasil, em uma preparação que entregava 335 cv e 54,5 kgfm.

A motorização do Bronco será apenas uma parte do apelo do novo utilitário. A Ford insiste que ele será um verdadeiro off-roader e que fará frente ao Jeep Wrangler – até mesmo no design, já que terá um visual bem quadrado. Os modelos de teste ainda rodam bem camuflados, mas ainda é possível notar que que terá um teto reto e que poderá ser removido.

A Ford diz que o Bronco será apresentado em março, pouco antes do Salão de Nova York (EUA), enquanto as vendas iniciarão somente em 2021. Em abril será a vez de seu irmão menor, que pode ser batizado como Maverick, este chegando às lojas no 2º semestre. E a fabricante já adianta que ele será vendido na América do Sul. Será que a Ford pode trazer o Bronco normal também para a nossa região?