Mercado abrirá em 3 h 42 min
  • BOVESPA

    120.933,78
    -180,15 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.072,62
    -654,36 (-1,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,21
    +0,83 (+1,31%)
     
  • OURO

    1.767,00
    -3,60 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    55.376,69
    -1.859,78 (-3,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.247,85
    -51,11 (-3,93%)
     
  • S&P500

    4.163,26
    -22,21 (-0,53%)
     
  • DOW JONES

    34.077,63
    -123,04 (-0,36%)
     
  • FTSE

    6.960,87
    -39,21 (-0,56%)
     
  • HANG SENG

    29.135,73
    +29,58 (+0,10%)
     
  • NIKKEI

    29.100,38
    -584,99 (-1,97%)
     
  • NASDAQ

    13.909,25
    +12,00 (+0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6937
    +0,0180 (+0,27%)
     

Ford acha mais de R$ 550 mil de couro em fábrica prestes a ser demolida

Redação Finanças
·2 minuto de leitura
Frankfurt, Hesse/Germany - November 01, 2019: Ford logo on the glass facade of a car dealership
A empresa achou de cerca de US$ 100 mil (aproximadamente R$ 575 mil) em couro na fábrica em breve será demolida para a construção de uma nova (Foto: Getty Images)
  • Ford encontra aproximadamente R$ 575 mil em couro em fábrica prestes a ser demolida

  • Material achado no porão era usado por equipes de desenvolvimento da Ford para criar os interiores de protótipos e alguns veículos

  • Montadora decidiu doar o material para duas empresas locais que trabalham com reciclagem de peças, tecidos automotivos

A fabricante Ford encontrou um verdadeiro tesouro no porão de um de seus centros de desenvolvimento na cidade de Dearborn, em Michigan, nos Estados Unidos (EUA). A empresa achou de cerca de US$ 100 mil (aproximadamente R$ 575 mil) em couro na fábrica em breve será demolida para a construção de uma nova. 

As 250 peças de couro estão avaliadas de US$ 450 a US$ 500 (R$ 2,5 mil a R$ 2,8 mil) cada. O material achado no porão era usado por equipes de desenvolvimento da Ford para criar os interiores de protótipos e alguns veículos, como os modelos F-150 King, Explorer, Escape e Lincoln Navigator Black Label. O tecido foi encontrado em cores como “Ebony” (marrom escuro), “Cashmere” (cinza) e “King Ranch Red” (vermelho).

Leia também:

Warsaw, Poland - August 17th, 2016: Ford Edge vehicles parked in a row before the presentation. The first geneneration of Edge was debut in 2006 on the market. The newest generation was debut in 2014. This model is the largest SUV from Ford on the European market and medium size SUV on the American market.
Já que a fábrica vai ser demolida para a construção de uma nova estrutura, a montadora decidiu doar o material para duas empresas locais que trabalham com reciclagem de peças, tecidos automotivos, a Pingree Detroit e a Mend on the Move (Foto: Getty Creative)

Materiais demais

A Ford explicou que o time da montadora experimenta várias novas cores, tons e padrões, por isso precisava de uma boa quantidade de couro para o caso de erros ou novas ideias. O excesso, no entanto, foi acumulado durante muitos anos no depósito da fábrica. 

Já que a fábrica vai ser demolida para a construção de uma nova estrutura, a montadora decidiu doar o material para duas empresas locais que trabalham com reciclagem de peças, tecidos automotivos, a Pingree Detroit e a Mend on the Move.

A Pingree é uma empresa de artigos de couro com sede em Detroit que é reconhecida por contratar veteranos de guerra, enquanto a Mend on the Move é uma organização sem fins lucrativos de joias e artigos de moda que emprega mulheres sobreviventes de abuso.