Mercado abrirá em 3 h 6 min
  • BOVESPA

    110.786,43
    +113,67 (+0,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.298,20
    -104,50 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,88
    -0,54 (-0,65%)
     
  • OURO

    1.786,90
    +2,00 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    65.856,72
    +1.730,75 (+2,70%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.550,38
    +69,57 (+4,70%)
     
  • S&P500

    4.536,19
    +16,56 (+0,37%)
     
  • DOW JONES

    35.609,34
    +152,03 (+0,43%)
     
  • FTSE

    7.196,50
    -26,60 (-0,37%)
     
  • HANG SENG

    26.017,53
    -118,49 (-0,45%)
     
  • NIKKEI

    28.708,58
    -546,97 (-1,87%)
     
  • NASDAQ

    15.341,75
    -35,75 (-0,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4485
    -0,0711 (-1,09%)
     

Ford acerta com startup para sistema fechado de fornecimento de baterias para elétricos

·1 minuto de leitura
Veículo elétrico Ford Mustang Mach-E GT.

Por Paul Lienert

DETROIT, Estados Unidos (Reuters) - A Ford e a startup Redwood Materials anunciaram nesta quarta-feira parceria para criação de um sistema fechado de fornecimento de materiais para baterias de veículos elétricos, das matérias-primas à reciclagem.

O objetivo é reduzir o custo de veículos elétricos por meio da diminuição da dependência de materiais importados.

Ford e Redwood trabalharão com a fornecedora sul-coreana SK Innovation, que tem joint venture com a Ford chamada BlueOvalSK para produzir células de baterias nos EUA.

A Redwood, fundada em 2017 por um ex-executivo da Tesla, atua com reciclagem de sucata de baterias e outros materiais nos EUA.

Em julho, a Redwood levantou 700 milhões de dólares com investidores, que incluíram Amazon, Fidelity, T. Rowe Price e Baillie Gifford. A Redwood é atualmente avaliada em 3,7 bilhões de dólares segundo o site de investidores PitchBook.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos