Mercado abrirá em 4 h 8 min
  • BOVESPA

    121.241,63
    +892,84 (+0,74%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.458,02
    +565,74 (+1,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,50
    +0,14 (+0,27%)
     
  • OURO

    1.838,60
    +8,70 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    36.917,52
    +475,79 (+1,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    726,57
    -8,57 (-1,17%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.720,65
    -15,06 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    29.582,86
    +720,09 (+2,49%)
     
  • NIKKEI

    28.633,46
    +391,25 (+1,39%)
     
  • NASDAQ

    12.932,25
    +130,00 (+1,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4102
    +0,0149 (+0,23%)
     

'Foram bem-sucedidos, essa é a verdade' diz governador de SC sobre mega assalto ao Banco do Brasil em Criciúma

Filipe Vidon
·1 minuto de leitura
Reprodução

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, e o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, participaram de uma coletiva de imprensa, no fim da manhã desta terça-feira, para dar detalhes sobre o assalto a uma agência do Banco do Brasil que espalhou terror na cidade. Segundo o governador, a ação dos bandidos foi bem sucedida, mas reforçou o histórico positivo da resolução de crimes do tipo.

– A ação foi bem-sucedida para os marginais, essa é a verdade. Eles conseguiram o seu intento, mas nós precisamos de fato colocar o estado à disposição porque nós temos já um histórico de investigação sobre esse tipo de atuação com sucesso na resolução de problemas - declarou Moisés.

O governador também citou que agentes de inteligência da esfera federal e estadual não tinham nenhuma informação prévia sobre o planejamento do assalto. O prefeito do município, Clésio Salvaro, classificou a ação como algo "surreal" e que nunca passou na cabeça uma situação tão dramática para a cidade.

– Se o propósito dos bandidos era vir aqui roubar o dinheiro, eles conseguiram. Provocar o terror, eles conseguiram. Mas a vida sempre esteve em primeiro plano, não houve troca de tiros com os bandidos. Claro que teve um policial ferido e hospitalizado, mas a vida das pessoas foi preservada. Quero agradecer muito à polícia e dizer que confio muito que eles vão pagar pelo crime, serão encontrados e o dinheiro recuperado.