Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.575,47
    +348,38 (+0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    41.674,30
    -738,17 (-1,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,53
    -0,18 (-0,39%)
     
  • OURO

    1.788,10
    -23,10 (-1,28%)
     
  • BTC-USD

    18.147,59
    +379,53 (+2,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    333,27
    -4,23 (-1,25%)
     
  • S&P500

    3.638,35
    +8,70 (+0,24%)
     
  • DOW JONES

    29.910,37
    +37,90 (+0,13%)
     
  • FTSE

    6.367,58
    +4,65 (+0,07%)
     
  • HANG SENG

    26.894,68
    +75,23 (+0,28%)
     
  • NIKKEI

    26.644,71
    +107,40 (+0,40%)
     
  • NASDAQ

    12.257,50
    +105,25 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3746
    +0,0347 (+0,55%)
     

A Força está com a Crew-1: astronautas levaram boneco do Bebê Yoda na espaçonave

Danielle Cassita
·2 minuto de leitura

Na noite do último domingo (15), a missão Crew-1 foi lançada e segue levando quatro astronautas a caminho da Estação Espacial Internacional (ISS), que passarão seis meses a bordo do laboratório orbital. Além deles, a cápsula Crew Dragon conta com um “quinto tripulante” adorável e, claro, poderoso: um boneco do Bebê Yoda, da série The Mandalorian, está os acompanhando como indicador de gravidade — e ele já pôde ser visto flutuando pela cabine.

A Crew-1 é a primeira missão operacional realizada pela parceria feita entre a NASA e SpaceX. Agora, a cápsula Crew Dragon segue com os astronautas Mike Hopkins, Victor Glover e Shannon Walker, da NASA, e Soichi Noguchi, da JAXA — a agência espacial japonesa —, e deverá chegar à ISS na madrugada de terça-feira.

Durante a viagem, eles estão em companhia deste “quinto tripulante”: “temos o Bebê Yoda a bordo tentando conseguir um assento”, disse Leah Cheshier, especialista em comunicações da NASA, durante a transmissão da missão. O boneco do personagem foi visto flutuando pela cabine da Crew Dragon enquanto os astronautas se preparavam para dormir. Jessica Anderson, engenheira da SpaceX que também participou da transmissão, comentou que “aquele deve ser o assento do Victor Glover, espero que ele não se importe”, quando o brinquedo se direcionou ao assento. Chelshier, por sua vez, acrescentou que o boneco poderia estar tentando pilotar a cápsula — ainda bem que os controles da cápsula ficam na tela sensível ao toque!

Na verdade, levar o pequeno boneco a bordo não é exatamente uma brincadeira da tripulação, mas sim o prosseguimento da tradição de usar brinquedos — que, de preferência, devem ser fofos — como indicadores de gravidade zero: assim que os bonecos começam a flutuar, os observadores sabem que a nave está livre da força da gravidade da Terra. No caso da Crew-1, assim que a cápsula se separou do foguete Falcon 9, o brinquedo que representa o personagem da série começou a flutuar pela cabine.

Essa missão ocorre após o sucesso da Demo-2, a missão de demonstração que ocorreu em maio e levou os astronautas Bob Behnken e Doug Hurley para uma estadia mais curta na ISS. Na ocasião, eles também seguiram o que a tradição indica e levaram um “tripulante extra” para a cabine, que foi o dinossauro Tremor, um Apatossauro. O brinquedo foi escolhido depois de uma votação feita pelos filhos dos astronautas, e os acompanhou na viagem também como indicador de gravidade zero.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: