Mercado fechado

Fones de ouvido: saiba como limpá-los corretamente e evitar infecções

Ariane Velasco

Os aplicativos para ouvir música no celular permitem a todos curtir seus artistas e ritmos favoritos quando bem entendem. Isso faz com que o uso de fones de ouvido se torne frequente e, na maioria dos casos, até diários. Quem os possui, sabe que o acúmulo de sujeira neles, principalmente por conta da correria, pode se tornar um grande problema, uma vez que a falta de higiene, além de causar constrangimento, pode prejudicar os seus ouvidos. Por isso, confira algumas dicas inteligentes para eliminar, de uma vez por todas, qualquer resquício de sujeira de seus fones de ouvido e garantir seu conforto no dia a dia:

Utilize álcool em gel ou detergente para limpar seus fones de ouvido

Álcool em gel ou detergente, na medida certa, podem ser ótimos ingredientes para limpar seus fones de ouvido. Prepare uma pequena mistura desses produtos com água, sempre se atentando à quantidade correta (geralmente o suficiente para deixar um pano úmido, mas não encharcado), uma vez que muita água pode estragar os fones e uma quantidade muito grande de qualquer produto pode obstruir todos os seus contatos.

Alcool em gel pode ser uma boa opção para limpar seus fones de ouvido (Foto: Reprodução)

Evite tecidos agressivos para limpar seus fones de ouvido

O ideal para realizar a limpeza de seus fones de ouvido consiste em usar uma pequena flanela. Caso haja muita sujeira neles, vale também utilizar uma escovinha, desde que macia, para auxiliar na retirada de todos os resíduos.

Foto: Divulgação

Separe as capas de silicone dos seus fones

Caso seus fones de ouvido possuam capinhas de silicone, retire-as para realizar sua limpeza separadamente. Isso porque elas costumam acumular ainda mais sujeira ao longo do tempo. Jamais afunde seus fones na água, pois isso pode inutilizá-los permanentemente.

Separe as capas de seus fones de ouvido (Foto: Divulgação/Mercado Livre)

Evite compartilhar seus fones de ouvido

Embora essa seja uma prática muito comum, não é recomendado compartilhar seus fones com outras pessoas. Isso porque, de acordo com um estudo realizado por William E. Jackson, cientista e Itzhak Brook, professor de medicina da Georgetown University, os fones trazem uma quantidade significativa de microrganismos e bactérias que ficam presas na cera que é produzida pelos ouvidos.

O uso dos dispositivos pode aumentar em até 11 vezes o número dessas bactérias e, quando compartilhados, eles podem fazer com que elas invadam o interior dos seus ouvidos, causando graves infecções (especialmente se a sua imunidade estiver baixa). Por isso, evite o uso compartilhado de fones de ouvido e esterilize os seus sempre que possível.

Evite compartilhar fones de ouvido (Foto: Reprodução0

Por fim, evite o uso excessivo dos fones de ouvido

Embora essa recomendação seja óbvia, é sempre necessário reforçá-la. O uso de fones de ouvido em excesso e com músicas muito altas podem prejudicar sua audição consideravelmente, após certo período de tempo. Por isso, sempre que estiver em ambientes privados, prefira escutar música no alto-falante e, quando o uso dos fones for necessário, não ultrapasse o volume recomendado. Muitos smartphones costumam avisar quando sua música está muito alta — é importante levar esses avisos em consideração.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: