Mercado fechará em 3 h 16 min
  • BOVESPA

    107.889,70
    -831,88 (-0,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.274,53
    -774,52 (-1,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    75,18
    +1,07 (+1,44%)
     
  • OURO

    1.883,70
    +4,20 (+0,22%)
     
  • BTC-USD

    22.944,05
    +133,31 (+0,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    527,39
    +1,44 (+0,27%)
     
  • S&P500

    4.100,75
    -10,33 (-0,25%)
     
  • DOW JONES

    33.756,14
    -134,88 (-0,40%)
     
  • FTSE

    7.848,12
    +11,41 (+0,15%)
     
  • HANG SENG

    21.298,70
    +76,54 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    27.685,47
    -8,18 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    12.505,50
    -10,00 (-0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5485
    +0,0292 (+0,53%)
     

Fome: Quase 40% dos brasileiros de baixa renda não tiveram comida suficiente

The poor old man's hands hold an empty bowl. The concept of hunger or poverty. Selective focus. Poverty in retirement.Homeless. Alms
Com relação a todos os brasileiros, 26% passaram fome em algum momento

(Getty Images)

  • Quase 40% dos brasileiros de baixa renda passaram fome em algum momento

  • Entre os que estão desempregados, 45% não tiveram comida o suficiente

  • Pesquisa foi realizada pelo Datafolha

Cerca de 37% dos brasileiros com renda mensal de até dois salários mínimos não tiveram comida suficiente em casa para alimentar suas famílias nos últimos meses, conforme aponta uma pesquisa do Datafolha.

Entre as famílias que recebem o Auxílio Brasil, substituto do antigo Bolsa Família, o percentual sobe para 39%. Com relação a todos os brasileiros, 26% passaram fome em algum momento.

Leia também:

O problema também impacta de forma massiva os indivíduos que estão desempregados. Dos que estão em busca de uma nova oportunidade no mercado, 45% não têm comida o suficiente. Já entre os que desistiram de encontrar uma ocupação, são 34%.

A região com mais pessoas afetadas pela falta de comida foi o Nordeste, com 35%. No Sudeste, Sul, Centro-Oeste e Norte, há uma variação de 21% a 25%.

A pesquisa foi realizada com 3.666 brasileiros, em 191 municípios, nos dias 13 a 16 de dezembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para baixo ou para cima.