Mercado fechará em 5 h 3 min
  • BOVESPA

    112.115,33
    +1.911,55 (+1,73%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.104,39
    +213,80 (+0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,97
    +1,37 (+1,60%)
     
  • OURO

    1.846,70
    -5,80 (-0,31%)
     
  • BTC-USD

    38.193,75
    +1.798,27 (+4,94%)
     
  • CMC Crypto 200

    878,06
    +57,47 (+7,00%)
     
  • S&P500

    4.356,45
    -53,68 (-1,22%)
     
  • DOW JONES

    34.297,73
    -66,77 (-0,19%)
     
  • FTSE

    7.507,42
    +135,96 (+1,84%)
     
  • HANG SENG

    24.289,90
    +46,29 (+0,19%)
     
  • NIKKEI

    27.011,33
    -120,01 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    14.453,25
    +312,50 (+2,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1175
    -0,0346 (-0,56%)
     

Foguete Starship deve voar à órbita só em março de 2022

·2 min de leitura

O primeiro teste de voo orbital do foguete Starship, com o qual a SpaceX pretende enviar humanos à Lua e a Marte, só deve acontecer no começo de março de 2022. Isso porque a Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA, na sigla em inglês) só realizará a avaliação ambiental do local de pouso no final de fevereiro, e o lançamento não pode acontecer sem essa liberação.

Até então, a SpaceX planejava realizar o primeiro teste de voo orbital com o Starship entre janeiro e fevereiro do próximo ano, desde que a FAA concluísse a Avaliação Ambiental Programática (PEA, na sigla em inglês) do local de lançamento em Boca Chica, no Texas, até dia 31 de dezembro.

No entanto, a FAA precisou adiar o lançamento da versão final da PEA para o dia 28 de fevereiro. Segundo a agência, isso foi necessário por conta do grande volume de comentário públicos — mais de 18 mil — sobre o rascunho da avaliação, desde 17 de setembro deste ano.

O Starship está sendo desenvolvido para levar tanto pessoas quanto cargas ao espaço, para além da órbita terrestre. A própria NASAescolheu o foguete da SpaceX para levar a primeira nave lunar tripulada à Lua como parte do Programa Artemis.

Teste de voo orbital do Starship

A SpaceX já realizou uma série de testes com protótipos do novo foguete, com voos que alcançaram até 10 km acima do solo. Então, a próxima etapa é a realização de um voo orbital ainda em caráter de testes, sem tripulação a bordo.

O Starship acima do booster Super Heavy (Imagem: Reprodução/SpaceX)
O Starship acima do booster Super Heavy (Imagem: Reprodução/SpaceX)

Esta será a primeira vez que o veículo decolará com o poderoso booster Super Heavy. É que o sistema Starship consiste em dois componentes reutilizáveis: o impulsionador de primeiro estágio chamado Super Heavy e o veículo Starship. Ambos serão impulsionados por motores Raptor de nova geração — o Super Heavy equipado com 30 motores e o Starship com seis.

Nesse teste, o Super Heavy fará uma amerrissagem no Golfo do México logo após lançar o Starship, que realizará uma volta ao redor da Terra e descerá sobre o Oceano Pacífico.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos