Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.261,68
    +58,88 (+0,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,60
    +0,56 (+0,79%)
     
  • OURO

    1.763,30
    -11,50 (-0,65%)
     
  • BTC-USD

    35.702,38
    -2.039,26 (-5,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    885,40
    -54,55 (-5,80%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    -62,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0387
    +0,0762 (+1,28%)
     

FMI mostra preocupação com legalização de Bitcoin em El Salvador

·2 minuto de leitura

O Fundo Monetário Internacional (FMI) afirmou estar preocupado com certas questões jurídicas e econômicas relacionadas a decisão de El Salvador de tornar o Bitcoin (BTC) uma moeda com curso legal no país.

No último sábado (5), o mercado cripto foi surpreendido com uma grande notícia: o presidente de El Salvador, Nayib Bukele, anunciou que estava preparando um projeto de lei para enviar ao Congresso que converteria o Bitcoin em moeda legal no país.

Segundo ele, a medida permitiria construir uma nova infraestrutura financeira para o país utilizando a tecnologia da criptomoeda. A notícia gerou uma surpresa total em todo o mundo, e uma grande emoção entre todos os entusiastas do Bitcoin.

O anúncio se materializou poucos dias depois, na quarta-feira (9), quando a lei foi aprovada por 62 votos de um total de 84 congressistas. Isso fez El Salvador ser o primeiro país do mundo a adotar o Bitcoin como uma moeda legal. A lei coloca a criptomoeda no mesmo patamar do dólar, que se tornou a moeda com curso legal do país há 20 anos.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Resposta do FMI

A decisão logo passou a ser repercutida. De acordo com a Reuters, Gerry Rice, porta-voz do FMI, afirmou que a instituição planeja se reunir nesta quinta-feira (10) com Bukele para discutir a lei do Bitcoin.

Ele também expressou a preocupação que o Fundo Monetário Internacional possui sobre a lei, que já se tornou histórica:

“A adoção do Bitcoin como moeda com curso legal levanta uma série de questões macroeconômicas, financeiras e jurídicas que requerem uma análise muito cuidadosa. Estamos monitorando de perto os desenvolvimentos e continuaremos nossas consultas com as autoridades. “

El Salvador vem conversando há meses com o Fundo Monetário Internacional (FMI) sobre a obtenção de um empréstimo de US$ 1,3 bilhão.

Com este empréstimo, o país teria uma “oportunidade de ouro” para revitalizar sua economia. Essas conversas ocorreram após a grande vitória do partido governante nas eleições legislativas.

Alguns usuários do Twitter especularam que o FMI se recusaria a conceder esse crédito ao país, se não fosse cumprido os requisitos relativos à adoção do Bitcoin como moeda corrente.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Resta esperar que novos questionamentos apareçam nos próximos dias, ainda mais se os reguladores de finanças tradicionais se mostrem contrários a decisão do país. Já começam a se levantar questionamentos se El Salvador irá permanecer firme em sua decisão sobre o Bitcoin.

O artigo FMI mostra preocupação com legalização de Bitcoin em El Salvador foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos