Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,91 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,95 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,51
    +1,69 (+2,65%)
     
  • OURO

    1.844,00
    +20,00 (+1,10%)
     
  • BTC-USD

    48.520,11
    -1.585,07 (-3,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,33
    +39,77 (+2,93%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,68 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.398,00
    +297,75 (+2,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4040
    -0,0085 (-0,13%)
     

FMI diz que economia do Japão pode resistir a mudança de planos nas Olimpíadas

Leika Kihara
·1 minuto de leitura
Anéis olímpicos num fim de tarde em Tóquio

Por Leika Kihara

TÓQUIO (Reuters) - Cancelar ou adiar os Jogos Olímpicos de Tóquio provavelmente não afetará muito a economia do Japão, mas pode exigir que o governo ofereça apoio direcionado para pequenas empresas duramente atingidas, disse uma autoridade do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Embora o governo planeje prosseguir conforme o programado, um novo aumento nas infecções por coronavírus e a lenta distribuição de vacinas têm aumentado preocupações sobre o destino das Olimpíadas, com início marcado para julho após o adiamento no ano passado.

"Uma mudança nos planos para as Olimpíadas teria impacto limitado nas perspectivas gerais de crescimento de curto prazo, dado que o Japão é uma economia grande e diversificada", disse Odd Per Brekk, vice-diretor do departamento do FMI para a Ásia e o Pacífico.

A maior parte da infraestrutura necessária para os Jogos já está instalada, e o impacto esperado no crescimento decorrente da dissolução do turismo seria pequeno, acrescentou.

"Dito isso, devemos estar cientes de que o cancelamento dos Jogos Olímpicos teria um impacto desproporcional no setor de serviços em Tóquio, especialmente entre empresas de pequeno e médio porte", disse à Reuters em entrevista por escrito na terça-feira.

O governo pode precisar oferecer apoio a essas empresas, já que análises baseadas em pesquisa sugerem que o cancelamento das Olimpíadas pode reduzir o crescimento das vendas em mais de 5%, acrescentou.

(Por Leika Kihara)