Mercado abrirá em 4 h 13 min

FMI aprova financiamento de emergência para Mianmar pela pandemia

Vendedor aguarda clientes em mercado de produtos usados em Yangun, 14 de junho de 2020

O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou que vai liberar fundos de emergência de 356,5 milhões de dólares para Mianmar, em um momento em que o país do sudeste asiático luta contra a crise econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus.

"A economia de Mianmar foi impactada pelo aparecimento da COVID-19 através de uma forte diminuição do turismo e remessas e do abastecimento das cadeias de provisões", disse em um comunicado Mitsuhiro Furusawa, vice-diretor-gerente do FMI.

O fundo "ajudará a abordar as necessidades de financiamento de Mianmar relacionadas com a crise da COVID-19 e catalisará apoio de sócios para o desenvolvimento".

O dinheiro provém de dois programas implantados para assegurar o rápido desembolo de financiamento sem a necessidade de longas negociações sobre um programa de reformas por parte de Mianmar.

Do montante, US$ 118,8 milhões virão do Rapid Credit Facility e os US$ 237,7 milhões restantes serão do Rapid Financing Instrument.

A ajuda para Mianmar foi a 72ª solicitação financeira de emergência aprovada pela junta executiva do Fundo para fazer frente aos impactos da pandemia.

O financiamento ajudará o governo birmanês à medida em que impulsionar os gastos com saúde, ampliar a distribuição de alimentos e programas de transferência para os mais vulneráveis, tanto para empresários quanto para agricultores, disse o FMI.