Mercado fechará em 1 h 31 min

Fluxo de recursos a mercados emergentes cresce 9 vezes em junho, diz IIF

NOVA YORK (Reuters) - Os ingressos de recursos para portfólio em mercados emergentes saltaram para 32,1 bilhões de dólares em junho, ante 3,5 bilhões de dólares em maio, sendo que a maior parte alocada em ativos de dívida, informou o Instituto de Finanças Internacionais (IIF, na sigla em inglês) nesta quarta-feira.

Os fluxos para dívida representaram 23,5 bilhões de dólares do total, enquanto as ações chinesas atraíram cerca de 6,1 bilhões de dólares, mostraram dados sobre fluxos de não residentes.

Os mercados de ações fora da China reverteram tendência de saída e observaram entrada líquida de 3,4 bilhões de dólares.

A Ásia emergente foi a região que mais atraiu fluxos no mês passado, de 17,1 bilhões de dólares, enquanto a América Latina, com 7,3 bilhões de dólares, ficou em segundo lugar.

A emissão de dívida aumentou significativamente no segundo trimestre, informou o relatório, e agora está acima da média dos últimos anos.

"Vemos essa mudança de sentimento como saudável, refletindo avaliações (valuations) profundamente descontadas em muitos lugares, o que significa que os resultados econômicos adversos e o fraco crescimento estão amplamente precificados", afirmou o IIF.

No entanto, o recente aumento da tensão entre Washington e Pequim é visto como um problema para o sentimento direcionado aos mercados emergentes.

"No futuro, vemos investidores mais prudentes em relação a decisões de investimento relacionadas a (mercados emergentes)", afirmou o relatório.

(Por Rodrigo Campos)