Mercado fechará em 4 horas 1 minuto

Fluxo no oleoduto Druzhba é suspenso em partes do Leste Europeu

FOTO DO ARQUIVO: Oleoduto Druzhba entre a Hungria e a Rússia

Por Krisztina Than e Jan Lopatka

BUDAPESTE/PRAGA (Reuters) - O fornecimento de petróleo para partes do Leste Europeu e da Europa Central por meio de uma seção do oleoduto Druzhba foi temporariamente suspenso, segundo operadoras de oleodutos na Hungria e na Eslováquia.

A extensão da interrupção não ficou clara em um primeiro momento. Ela acontece simultaneamente a uma explosão em uma vila no leste da Polônia, perto da fronteira com a Ucrânia, que deixou os países da Otan alarmados.

A húngara disse que sua parceira ucraniana relatou que um míssel russo atingiu uma estação de energia perto da fronteira com Belarus que fornece eletricidade para uma estação de bombeamento, e isso levou à interrupção.

A Transpetrol, da Eslováquia, também confirmou a suspensão, citando “motivos técnicos no lado ucraniano”, mas não especificou um ataque com mísseis.

A rede de oleodutos Druzhba origina-se da Rússia e se divide em Belarus, entrando na Ucrânia, onde se divide novamente, chegando a vários países do Leste Europeu e da Europa Central, que dependem desse petróleo, incluindo refinarias na Hungria, Eslováquia e República Tcheca.

“O motivo para a suspensão de fornecimento ainda não foi oficialmente confirmado pelo lado ucraniano”, disse a Transpetrol, em um comunicado, acrescentando que espera ter mais informações sobre a causa do fechamento até quarta-feira.

A operadora de oleoduto tcheca Mero não identificou interrupções até agora ao fluxo de petróleo pela linha Druzhba, disse uma porta-voz nesta terça-feira. A operadora polonesa Pern disse no fim da terça-feira que o petróleo estava fluindo normalmente na seção polonesa da linha.

O primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán, convocou uma reunião do conselho de Defesa na terça-feira, após os envios da Druzhba serem suspensos, disse o secretário de imprensa de Orbán à agência de notícias estatal MTI.

A Transneft, monopólio estatal de oleodutos da Rússia, foi notificada pela Ucrânia que o fornecimento à Hungria foi temporariamente suspenso, disse a empresa segundo a agência de notícias RIA.

O preço do petróleo reagiu às notícias, com o Brent subindo 0,8% no dia.

(Reportagem de Krisztina Than e Jan Lopatka; reportagem adicional de Marek Strzelecki em Varsóvia)