Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,17 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,14 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -2,65 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.877,70
    -53,10 (-2,75%)
     
  • BTC-USD

    23.006,89
    -427,25 (-1,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,42
    -1,43 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,93 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.616,50
    -230,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5385
    +0,0488 (+0,89%)
     

Fluxo cambial no Brasil fica negativo em US$977 mi na 1ª semana de 2023

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil perdeu 977 milhões de dólares em termos líquidos pelo câmbio contratado na semana passada, a primeira do ano, de acordo com dados do Banco Central desta quarta-feira, depois de na semana anterior ter registrado déficit de 4,215 bilhões de dólares.

Houve saída de 2,680 bilhões de dólares por meio de operações financeiras na semana passada, contra saldo negativo de 5,274 bilhões de dólares na semana finda em 30 de dezembro.

Já a conta comercial teve entradas no valor de 1,703 bilhão de dólares na semana passada. No período imediatamente anterior, essas operações haviam registrado saldo positivo de 1,058 bilhões de dólares

O fluxo cambial para o Brasil fechou 2022 em território positivo, marcando o melhor resultado anual em uma década, mesmo após forte saídas em dezembro.

No acumulado do ano passado, o Brasil registrou ingresso líquido de 9,574 bilhões de dólares pelo câmbio contratado, maior superávit desde 2012 (+16,753 bilhões de dólares). Em 2021, o fluxo cambial havia ficado positivo em 6,134 bilhões de dólares.

(Por Luana Maria Benedito)