Mercado fechará em 4 h 53 min
  • BOVESPA

    109.134,29
    +32,30 (+0,03%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.508,35
    -314,88 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    85,13
    -0,42 (-0,49%)
     
  • OURO

    1.842,00
    -0,60 (-0,03%)
     
  • BTC-USD

    38.465,61
    -3.935,19 (-9,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    904,32
    -90,94 (-9,14%)
     
  • S&P500

    4.482,73
    -50,03 (-1,10%)
     
  • DOW JONES

    34.715,39
    -313,26 (-0,89%)
     
  • FTSE

    7.485,36
    -99,65 (-1,31%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.717,25
    -123,75 (-0,83%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1715
    +0,0414 (+0,68%)
     

Fluminense vence o Flamengo, nos pênaltis, e conquista o título do Carioca feminino Sub-18

·1 min de leitura


Após o empate no tempo normal, o Fluminense derrotou o Flamengo por 5 a 3, nos pênaltis, e conquistou o título inédito do Campeonato Carioca feminino Sub-18, no Estádio das Laranjeiras. Kaylane Júnior (contra) abriu o placar para as Meninas de Xerém, enquanto Pimenta empatou para as rubro-negras. Nos pênaltis, a goleira Ravena defendeu a cobrança de Pimenta e garantiu a conquista.

No primeiro tempo, o Fluminense abriu o placar em uma falha grosseira de duas jogadoras do Flamengo. Depois de uma jogada pela direita, Kaylane Júnior dividiu e acabou finalizando contra o próprio patrimônio, e a goleira Tainá não conseguiu evitar o gol contra.

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro

Logo no início da segunda etapa, a defesa tricolor errou na saída de bola e as rubro-negras conseguira fazer uma boa jogada pela direita. A bola chegou na área ara Pimenta bater forte no canto e empatar para o Flamengo. A igualdade no placar permaneceu até o fim da partida, que teve que ser decidida nas cobranças de pênaltis.

Nas penalidades, a goleira Ravena foi o grande destaque e carimbou o título do Fluminense ao defender a cobrança de Pimenta. Todas as cinco jogadoras do Tricolor converteram seus pênaltis, nas Laranjeiras. Pelo lado do Flamengo, apenas a camisa 9 desperdiçou. Luiza Calazans bateu o último pênalti e correu para comemorar o título inédito.

- Eu vim de muito longe, é uma história muito corrida. Quero agradecer a minha comissão, eu ainda não estou acreditando. Mais uma vez fomos campeãs e eu consegui pegar um pênalti. Só tenho a agradecer, principalmente ao Isaias, é tudo por ele - disse a arqueira tricolor ao site oficial do clube.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos