Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    34.132,57
    +755,21 (+2,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Fluminense sai atrás, mas consegue o gol nos acréscimos e arranca empate contra o Red Bull Bragantino

·5 minuto de leitura


Na noite deste domingo, Red Bull Bragantino e Fluminense empataram por 2 a 2, no estádio Nabi Abi Chedid, em partida válida pela terceira rodada da competição. Lucas Evangelista e Artur marcaram para a equipe paulista, e Caio Paulista e Abel Hernández deixaram tudo igual. Atrás do placar, o time misto de Roger Machado foi para cima do adversário, pressionou, e, nos acréscimos, conseguiu garantir um ponto.

O Red Bull Bragantino volta a campo na próxima quarta-feira, às 20h30, quando enfrenta o Corinthians, na Neo Química Arena. Já o Fluminense recebe o Santos na próxima quinta-feira, às 19h, no Maracanã.

> Relembre momentos importantes de Fred com a camisa do Fluminense

MARCOS FELIPE FALHA, E LUCAS EVANGELISTA APROVEITA

O Red Bull Bragantino começou melhor e criou a primeira boa chance da partida. Logo aos quatro minutos, Lucas Evangelista enfiou boa bola para Ytalo, que invadiu a área pelo lado direito, passou pela marcação e cruzou para a área. Para sorte do Fluminense, Egídio apareceu na hora certa e fez o corte providencial que afastou o perigo - Artur estava livre para finalizar.

Contudo, um minuto depois, o RB Bragantino abriu o placar. Marcos Felipe saiu mal jogando com os pés, e a bola caiu no pé de Lucas Evangelista já no campo de ataque. Em rápida troca de passes, o camisa 8 tocou para Claudinho, que passou para Ytalo abrir o jogo para Lucas Evangelista. O volante encheu o pé e não perdoou o erro do goleiro tricolor.

NA TRAVE!

O Fluminense não sentiu o gol e foi para cima da equipe paulista. Praticamente durante os 12 minutos até os 20, o Tricolor ficou no campo de ataque em busca do empate. A melhor chance, porém, só veio aos 39 minutos. Depois de cobrança de escanteio de Egídio, Abel Hernández subiu mais alto que todo mundo e cabeceou no travessão. No rebote, Caio Paulista tentou uma bicicleta, mas não tinha ângulo para mandar a bola na direção do gol.

> Começou o Brasileirão! Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

FLU FALHA DE NOVO, E O RB BRAGANTINO AMPLIA

O Fluminense cometeu mais erros bobos na partida, que permitiram a equipe de Bragança Paulista chegar ao ataque com mais efetividade. Aos 25 minutos, Nino saiu mal, e a bola sobrou para Claudinho, que lançou Artur. O camisa 7 encontrou Aderlan sozinho, que bateu forte, mas sem direção.

Aos 47 minutos, o Flu cometeu mais um erro e, dessa vez, o Red Bull Bragantino aproveitou. Caio Paulista se enrolou sozinho com a bola, e Jadsom recuperou a posse para a equipe paulista. Depois de uma rápida troca de passes, Ytalo lança Artur, que venceu Marcos Felipe e ampliou a vantagem.

FLUMINENSE VOLTA LIGADO

Logo depois da volta do intervalo, aos três minutos, o Tricolor das Laranjeiras criou uma grande chance para diminuir o placar. Depois da cobrança de falta de Egídio, Abel Hernández apareceu sozinho e cabeceou a bola no travessão do goleiro Cleiton. No entanto, o bandeira levantou a bandeira e invalidou o lance.

Poucos minutos depois, foi a vez do RB Bragantino dar bobeira. Claudinho errou o passe e perdeu a posse. A bola cai nos pés de Abel Hernández, que consegue finalizar, mas parou nas mãos de Cleiton.

JOGO ABERTO

O Fluminense conseguiu construir mais uma boa chance aos 20 minutos da etapa final. Caio Paulista lançou Bobadilla em profundidade, o centroavante ficou cara a cara com Cleiton, tentou o drible, mas não conseguiu. No rebote, Abel Hernández apareceu e tentou a finalização. Mesmo sem goleiro, a bola saiu por cima do gol.

Minutos depois, o Red Bull Bragantino conseguiu a resposta. Wellington perdeu a bola na entrada da área, Helinho recuperou e enfiou para Claudinho. O camisa 10 do time paulista invadiu a área pela esquerda e tentou encobrir Marcos Felipe, mas a finalização saiu com muita força e a bola passou por cima do gol.

SAI O GOL DO FLUMINENSE

Depois de inúmeras tentativas, o Tricolor finalmente encontrou o caminho das redes. Após cobrança de escanteio de Egídio, Bobadilla desviou e deixou Caio Paulista numa boa para fazer o gol do Fluminense. O escanteio, inclusive, surgiu depois de uma finalização do próprio camisa 70. Na reta final de jogo, a equipe carioca pressionou, mas não conseguiu o empate.

NO APAGAR DAS LUZES, O EMPATE

O Fluminense, que tanto pressionou, foi premiado com o gol do empate. Aos 46 minutos do Nenê enche o pé da entrada da área e a bola bateu na mão de Fabrício Bruno. Leandro Pedro Vuaden marcou o pênalti, e, na cobrança, Abel Hernández garantiu o empate do Tricolor Carioca.

FICHA TÉCNICA
RED BULL BRAGANTINO 2 x 2 FLUMINENSE

Data/Hora
: 13/06/2021, às 20h30
Local: Nabi Abi Chedid, Bragança Paulista (SP)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jose Eduardo Calza (RS)

Gols: Lucas Evangelista (1-0; 05'/2ºT), Artur (2-0; 47'/2ºT); Caio Paulista (2-1; 30'/2ºT); Abel Hernández (2-2; 48'/2°T)
Cartões amarelos: Natan, Jadsom (BGT), Luiz Henrique, Roger Machado (FLU)
Cartões vermelhos: -

> Veja a tabela do Brasileirão

RED BULL BRAGANTINO
Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Natan (Fabrício Bruno 18'/2ºT) e Luan Cândido (Weverson 00'/2ºT); Jadsom (Raul 18'/2ºT), Lucas Evangelista e Claudinho; Artur, Helinho (Cuello 38'/2ºT) e Ytalo (Ligger 38'/2ºT). Técnico: Maurício Barbieri

FLUMINENSE
Marcos Felipe; Samuel Xavier (Calegari 34'/2ºT), Nino (Manoel 46'/2ºT), David Braz e Egídio; Wellington (Nenê 34'/2ºT), Yago Felipe e Ganso (Bobadilla 17'/2ºT); Caio Paulista, Luiz Henrique (Kayky 17'/2ºT) e Abel Hernández. Técnico: Roger Machado

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos