Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    60.819,25
    -1.816,74 (-2,90%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Fluminense aposta em protagonismo e define estratégia para contratar Daniel Alves

·2 minuto de leitura

O interesse do Fluminense na contratação de Daniel Alves é, sem dúvidas, uma surpresa. Afinal, como um clube que está distante do poderio financeiro de Flamengo, Palmeiras e Atlético-MG quer disputar a contratação do lateral-direito multicampeão? A resposta passa por um projeto de longo prazo, que faria o tricolor ser uma vitrine para a Copa do Mundo de 2022 e evitaria entrar em leilão pela atleta — onde fatalmente seria superado pelos concorrentes.

A estratégia do Fluminense para seduzir Daniel Alves tem a figura de Fred como pilar de convencimento e o protagonismo como motivação. É claro que o lateral-direito teria que aceitar reduzir o salário para jogar nas Laranjeiras, mas a ideia é oferecer um contrato maior que os concorrentes, assim "compensando" a queda do valor. Cabe destacar que a saída de Nenê para o Vasco ajudou a reduzir a folha salarial.

Como Fred irá se aposentar em julho de 2022, Daniel Alves teria o caminho livre para se tornar a estrela e principal jogador do Fluminense muito em breve. Ou seja, não precisaria dividir o protagonismo, como aconteceria em Flamengo, Palmeiras ou Atlético-MG. Além disso, o tricolor é uma importante vitrine pensando no Qatar, onde se manteria atuando em alto nível no Brasil e — possivelmente — disputando a Libertadores do próximo ano.

No Fluminense, Daniel Alves é visto como um reforço completo. Além de qualidade técnica e da boa condição física para um atleta de 38 anos, também traria os holofotes em termos de marketing, patrocínio e mídia. Em troca, teria à disposição uma vitrine onde seria a figura máxima. Tendo sucesso, dificilmente não será convocado para o Mundial.

O prazo para inscrição de atletas no Campeonato Brasileiro se encerra nesta sexta-feira, o que fará Daniel Alves ter que correr para decidir o seu futuro. Caso contrário, apenas mercados do exterior — os principais estão fechados — seguirão abertos.

O lateral-direito está livre no mercado desde a semana passada, quando assinou a rescisão contratual com o São Paulo. Como disputou apenas seis jogos pelo tricolor paulista, pode assinar com uma outra equipe brasileira para disputar a Série A.

Internamente, o clima é de cautela para não criar expectativas na torcida além da realidade. A proposta está nas mãos de Daniel Alves, em formato considerado dentro da realidade financeira vivida pelo clube. Resta saber se o lateral-direito aceitará o desafio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos