Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    35.554,02
    -2.334,93 (-6,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    888,52
    -51,42 (-5,47%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    -62,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

Flamengo vai à Justiça para pedir paralisação do Brasileirão durante Copa América

·2 minuto de leitura

Vai parar? Nesta quinta-feira (10), o Flamengo entrou com pedido no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para paralisar o Campeonato Brasileiro durante realização da Copa América. O Rubro-Negro possui cinco atletas convocados e entende que o torneio nacional não pode ter sequência enquanto acontece a competição da Conmebol.

Rodrigo Dunshee, vice-geral do Mais Querido, destacou que clubes com atletas nas seleções não devem ser sacrificados. O pedido formalizado na Justiça acontece após a CBF não ter atendido a solicitação: "A CBF precisa promover o equilíbrio das competições. A base da competição é a isonomia entre os concorrentes e isso está no artigo primeiro do regulamento. Somos a favor da seleção, mas com paralisação do campeonato. O mundo civilizado funciona assim", afirmou o dirigente por meio do Twitter.

Everton Ribeiro e Gabigol foram convocados para Copa América. | Wagner Meier/Getty Images
Everton Ribeiro e Gabigol foram convocados para Copa América. | Wagner Meier/Getty Images

Por meio de nota, o STJD reitera que o processo foi encaminhado a Otávio Noronha, presidente do tribunal, embora não existe prazo para liberação da decisão.

Não podemos prosseguir sacrificando as competições nacionais e os clubes para fazer frente às seleções. Não dá para retroceder. Por conta desse desequilíbrio, o Flamengo se socorreu ao STJD, para que, como em 2019, seja paralisado o Campeonato durante a Copa AméricaRodrigo Dunshee no Twitter

O Flamengo está desfalcado de Gabigol e Everton Ribeiro (seleção brasileira), além de Arrascaeta (Uruguai), Isla (Chile) e Piris da Motta (Paraguai). Nas últimas semanas, o clube carioca também cedeu Rodrigo Caio, visto que Thiago Silva não estava em condições de jogo, assim como Gerson e Pedro para o grupo olímpico.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

"Não estamos sendo ouvidos pela CBF, o que nos fez pedir a intervenção da Justiça Desportiva. É a oportunidade que temos de rever certos conceitos. Não há como privar alguns clubes de seus melhores jogadores e outros não. Acreditamos que a Justiça será feita", desabafou Dunshee na madrugada desta sexta-feira (11).

Maracanã em pauta

Além de toda questão da isonomia, o Rubro-Negro também citou o Maracanã em trechos do pedidos que foram publicados pelo STJD. O estádio será usado pela Conmebol na Copa América e, por conta disso, Flamengo e Fluminense terão de se deslocar para realizar seus jogos como mandantes em outras locações. Leia um fragmento do processo:

Maracanã será um dos palcos da Copa América. | Buda Mendes/Getty Images
Maracanã será um dos palcos da Copa América. | Buda Mendes/Getty Images

"Além da questão das convocações, existe atualmente outro fator extremamente lesivo para o FLAMENGO e também para os clubes cariocas como um todo, isto é, coma realização da Copa América no Brasil, o estádio do Maracanã foi requisitado para receber as partidas deste torneio, o que prejudica bastante os clubes que exercem o seu mando de campo no Estádio jornalista Mário Filho, uma vez que precisarão se deslocar para outras praças , gerando um maior desgaste de seus atletas e dos demais profissionais envolvidos, sem contar os custos com deslocamento, alimentação e estadia, em tempos tão difíceis para a realidade financeira dos times brasileiros”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos