Mercado abrirá em 5 h 15 min

Flamengo fez uma final muito digna contra um adversário superior

Jesus e jogadores do Fla com as medalhas de prata do Mundial (Matthew Ashton - AMA/Getty Images)

O Flamengo foi muito grande na atuação contra o Liverpool, apesar da derrota de 1 a 0 na final do Mundial de Clubes, no Catar. Fez um tempo normal com equilíbrio, trabalho de bola e ainda incomodou o adversário com algumas boas chegadas no ataque.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

Os primeiros dez minutos foram de duas chances claras do Liverpool e ali o jogo poderia ser encaminhado para os ingleses, mas não foi isso que aconteceu. Depois que passou o nervosismo inicial, o Flamengo foi fazer o seu jogo e teve boa atitude. A bola não queimou e os jogadores tiveram tranquilidade para trocar passes e até criar algumas oportunidades. Óbvio que o Liverpool mostrou ser mais time, mas sem a superioridade técnica esperada. Não houve um abismo em campo, com o Flamengo apenas pensando em se defender. Diego Alves, Rodrigo Caio e Marí foram muito bem. William Arão correu por todos no meio-campo e Bruno Henrique foi o atacante mais intenso da equipe.

Leia também:

Em linhas gerais, o Flamengo caiu de pé. Jorge Jesus mereceu a nota mais baixa pelas duas substituições iniciais, sacando Arrascaeta e Éverton Ribeiro. Os dois meias dão qualidade e boa profundidade para os contra-ataques, mas suas saídas deixaram o meio-campo muito aberto para o Liverpool aproveitar os espaços e encaixar a velocidade de Mané e Salah. Num dos lances, saiu o gol de Firmino na prorrogação. Depois, faltou força física para o Flamengo, na tentativa do empate. Para ser justo, ganhou o melhor, mesmo com o bom desempenho rubro-negro.

O ano de 2019 foi excepcional para o Flamengo e 2020 pode ser bem parecido. Na América do Sul, o Flamengo abrirá a próxima temporada como favorito para o tri da Libertadores e o octa do Brasileiro. Os adversários que se preocupem.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter