Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    48.032,95
    -6.923,80 (-12,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Flagships com Snapdragon 898 terão bateria a partir de 4.500 mAh e carga de 65W

·2 min de leitura

Com rumores cada vez mais consistentes de que o sucessor do Snapdragon 888 será chamado de Snapdragon 8 Gen 1 (não Snapdragon 898, como antes esperado), mais detalhes a respeito da plataforma surgem pela internet, e agora um detalhe interessante aponta uma exigência da Qualcomm às fabricantes para beneficiar os usuários.

Segundo o vazador Digital Chat Station, a Qualcomm quer padronizar baterias de celulares equipados com seu próprio processador, exigindo capacidade de aproximadamente 4.500 mAh ou superior, além de carregamento rápido de 65 W ou superior em todos os dispositivos que contarem com o novo Snapdragon 8 Gen 1.

Qualcomm não quer problemas de bateria em celulares equipados com Snapdragon 8 Gen 1 (Imagem: Reprodução/Qualcomm)
Qualcomm não quer problemas de bateria em celulares equipados com Snapdragon 8 Gen 1 (Imagem: Reprodução/Qualcomm)

O intuito por trás da estratégia é desconhecido, mas com o alto de poder de processamento do novo chip Snapdragon 8 Gen 1 é provável que a ideia da Qualcomm seja evitar problemas de alto consumo energético em baterias menores.

Tal exigência pode levar a outra questão: a falta de celulares compactos com o poderoso chipset, uma vez que baterias são componentes que mais ocupam espaço interno e, em smartphones pequenos, incluir baterias de 4.500 mAh ou mais pode tornar o aparelho mais espesso.

Com novo Dimensity 9000 da MediaTek, Qualcomm terá concorrência mais acirrada em 2022 (Imagem: Reprodução/Qualcomm)
Com novo Dimensity 9000 da MediaTek, Qualcomm terá concorrência mais acirrada em 2022 (Imagem: Reprodução/Qualcomm)

Ainda não sabemos se a empresa pode tolerar uma mudança em determinados dispositivos, como celulares menores, mas é provável que alguns ajustes possam ser feitos para empresas que realmente queiram utilizar o novo Snapdragon 8 Gen 1 em tais modelos.

A Qualcomm realiza seu evento Snapdragon Tech Summit a partir de 30 de novembro e todos os detalhes finais a respeito da plataforma de alto desempenho para Androids devem ser apresentados na ocasião, então fique ligado no Canaltech para conferir tudo o que rolar.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos