Mercado fechado

Flagra! Toyota Corolla Cross aparece em testes no Brasil pela 1ª vez

br.info@motor1.com (Nicolas Tavares)
·2 minuto de leitura
Toyota Corolla Cross - Flagra no Brasil
Toyota Corolla Cross - Flagra no Brasil

SUV médio será produzido em Sorocaba (SP) e tem estreia prevista para março de 2021

O próximo carro nacional da Toyota já começou a ser testado por aqui. O Toyota Corolla Cross foi avistado rodando no Brasil, com uma camuflagem bem leve que esconde apenas as partes mais importantes, como mostra a foto cedida pelo canal Carros Camuflados no Instagram. Como Motor1.com antecipou com exclusividade, o futuro rival do Jeep Compass será lançado em março de 2021, produzido em Sorocaba (SP).

Com somente dois SUVs no mercado, na forma do RAV4 e do SW4, a marca japonesa quer crescer neste apetitoso segmento. O Toyota Corolla Cross virá para mudar este panorama, mirando na categoria dominada pelo Jeep Compass (o modelo tem cerca de 60% de participação nas vendas) e atraindo os clientes que queriam o RAV4, mas que desistiram por causa da fila de espera para entregas ou por conta do aumento nos preços.

A única foto do flagrante mostra o Corolla Cross de traseira, usando uma camuflagem leve apenas em pontos principais, deixando a lateral exposta. Apesar disso, podemos ver o formato das lanternas e do para-choque, o que confirma a identidade do veículo. Aliás, seu design será igual ao que vimos no modelo global e também nas imagens de registro no Brasil. Até mesmo as rodas são as mesmas.

Segundo apurado por Motor1.com, a versão brasileira do Corolla Cross terá uma diferença em relação à global, com o mesmo entre-eixos de 2,70 metros do Corolla, ao invés dos 2,64 m da variante asiática. Esta alteração irá aumentar o espaço para os passageiros nos bancos de trás. Outra alteração estará na suspensão traseira, deixando de lado o eixo de torção usado na Ásia para adotar um sistema independente. Com a diferença no entre-eixos, o comprimento do crossover deve crescer de 4,46 m para 4,52 m.

Nossa fonte também disse que o Corolla Cross irá seguir o sedã na motorização. Ou seja, terá o 2.0 aspirado com injeção direta de 177 cv para as versões de entrada. Já as mais caras terão o 1.8 híbrido de 122 cv, preparado para rodar tanto com gasolina quanto com etanol. Em ambos os casos, a transmissão será a automática do tipo CVT, porém com caixas específicas (Direct Shift que simula 10 marchas com 1ª manual no 2.0 e variável transeixo no 1.8 híbrido.

Leia também:

Previsto para lançamento no final de março, o crossover deve ter preços entre R$ 130 mil e R$ 170 mil, o que o posicionará pouco acima dos valores praticados pelo Corolla (que custa entre R$ 111.290 e R$ 149.890). A fabricante ainda está discutindo internamente se irá lançar um crossover compacto nos próximos anos, projeto ainda não aprovado pela matriz.

Your browser does not support the audio element.