Mercado fechará em 24 mins

Flagra: Honda City Hatch intensifica testes para estrear no 2º semestre

br.info@motor1.com (Nicolas Tavares)
·3 minuto de leitura
Honda City Hatchback - Flagra na Tailândia
Honda City Hatchback - Flagra na Tailândia

Hatch deve contar com motor 1.5 aspirado de 122 cv e 1.0 turbo de 121 cv, ambos com câmbio CVT

A Honda trabalha a todo vapor para lançar sua próxima novidade global destinada a mercados emergentes - e ela foi avistada novamente em testes na Tailândia. O Honda City Hatchback continua a rodar camuflado, mas não esconde o design bem próximo do sedã. A estreia acontecerá ainda no 2º semestre deste ano na Ásia, e ele está previsto para o Brasil em 2021, como Motor1.com adiantou com exclusividade, para se tornar o novo carro de entrada da marca.

As imagens, publicadas pela página no Facebook MZ Crazy Cars, mostra o Honda City Hatchback de perto, embora ainda bem camuflado. Alguns detalhes deixam clara sua aparência, como a grade frontal, a entrada de ar do para-choque dianteiro e a linha de cintura. Além disso, já conhecemos o design do carro, uma vez que ele apareceu primeiro em imagens de registro.

Ao contrário dos rumores na mídia brasileira, ele não será posicionado no Brasil como um hatchback médio, tanto pelo tamanho quanto por preços, já que ele será a nova opção de entrada da fabricante no nosso país. Será mais barato do que o novo Fit, que ficará mais equipado com freio de estacionamento eletrônico e painel de instrumentos digital – esta mudança no nível do Fit é o motivo da Honda buscar um novo modelo básico.

Leia mais

Na versão sedã, o novo Honda City mede 4,549 metros de comprimento e tem um entre-eixos de 2,600 m. Se levarmos em conta que o Toyota Yaris é 28 centímetros mais curto que os 4,425 m do Yaris Sedan, retirar uma média parecida deixaria o City Hatchback com 4,26 m. Seria o maior dos hatches compactos, algo que pode servir para convencer as pessoas a pagar um pouco mais por ele.

O City hatch deve manter o mesmo visual do sedã por dentro, assim como os equipamentos. Contará com ar-condicionado, faróis e lanternas full-LED, teto solar elétrico, partida por botão, uma nova central multimídia com tela de 8” e mais. Na Índia, ele ainda recebeu integração com o Amazon Alexa, permitindo controlar algumas funções do carro por comando de voz.

Honda City 2020 - Interior
Honda City 2020 - Interior

A motorização exata ainda é um mistério, mas ele deve seguir o que a versão sedã oferece em cada país. Na Tailândia, ele usaria o 1.0 turbo de três cilindros, entregando 122 cv e 17,6 kgfm, enquanto na Índia ele deve contar com o novo 1.5 aspirado de quatro cilindros, com 121 cv e 14,8 kgfm. Em ambos os casos, a transmissão será a automática do tipo CVT.

A estreia do Honda City Hatchback no Brasil ainda não tem uma data certa, mas ele é esperado para 2021, junto com o sedã. Caso a marca decida não seguir a estratégia usada pela Toyota com o Yaris e deixe o hatch para outro momento, ele deve aparecer alguns meses depois. Já o Fit deve apostar apenas nas versões mais equipadas por conta do preço, como na versão aventureira Crosstar.


Source: MZ Crazy Cars