Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    57.358,65
    -1.301,13 (-2,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

Firma de investimentos vai abrir novo fundo de criptomoedas de US$ 1 bilhão

Ryan James
·2 minuto de leitura

A empresa americana de capital de risco Andreessen Horowitz pretende investir US$ 1 bilhão no mercado de criptomoedas. A decisão vem após seu investimento bem-sucedido na Coinbase.

A empresa está planejando criar seu próprio fundo de criptomoedas, que levantará entre US$ 800 milhões e US$ 1 bilhão em investimentos. Dessa forma, a firma se tornaria a dona de um dos maiores fundos de capital de risco relacionados a criptomoedas do mundo. A iniciativa seria a terceira da empresa no setor.

As últimas notícias deixam a Andreessen Horowitz, também conhecida como a16z, no caminho de se tornar o maior fundo de criptomoedas. A empresa atualmente se concentra em startups de tecnologia, que vão desde rodadas de investimento para estágio inicial até o estágio final.

Com quase US$ 16,6 bilhões em ativos sob gestão em vários fundos, o novo fundo de criptomoedas será adicionado ao já considerável fundo de US$ 865 milhões. A empresa anunciou seu primeiro megafundo no início de 2020, totalizando US$ 515 milhões. O foco da empresa naquela época era em finanças descentralizadas (DeFi) e Web 3.0.

Capital de risco no Bitcoin

Com o rápido crescimento no setor de criptomoedas, as firmas de capital de risco estão se movendo rapidamente para o mercado. A16z já fez vários investimentos dentro dese mercado em 2021.

Isso inclui investimentos na exchange DeFi dYdX, bem como na plataforma de tokens não-fungíveis (NFT) OpenSea. A OpenSea concluiu recentemente sua rodada de investimento Série A, totalizando US$ 24 milhões, liderada pela a16z.

As empresas de investimento continuam a aumentar seus portfólios dentro do mundo das criptomoedas, à medida que o mercado continua a ver um forte crescimento. Outras empresas, como Pantera Capital, Sequoia Capital e Paradigm, operam atualmente grandes fundos de investimento focados em criptomoedas.

coinbase
coinbase

A recente adição de outro fundo de criptomoedas pela Andreessen Horowitz tem origem em um investimento bem-sucedido na popular exchange de criptomoedas Coinbase. a16z foi um dos primeiros investidores da corretora, fazendo seu aporte inicial disparar para US$ 11,2 bilhões durante o lançamento do IPO da Coinbase.

Enquanto o mercado de criptomoedas permanece em alta, as firmas de investimento continuam a se voltar para o setor. Prestes a se tornar um dos maiores investidores do segmento, a Andreessen Horowitz diz acreditar no investimento de longo prazo e na paciência como um dos principais fatores para o sucesso.

“Temos investido em criptoativos desde 2013. A16z Crypto é um fundo de risco, estruturado para ser capaz de manter investimentos por mais de 10 anos”, afirma o perfil da empresa.

O artigo Firma de investimentos vai abrir novo fundo de criptomoedas de US$ 1 bilhão foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.