Mercado fechará em 2 h 30 min
  • BOVESPA

    113.273,95
    +1.000,95 (+0,89%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.582,96
    +61,53 (+0,11%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,92
    +1,02 (+1,31%)
     
  • OURO

    1.942,50
    +3,30 (+0,17%)
     
  • BTC-USD

    23.138,49
    -31,37 (-0,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    524,95
    +6,16 (+1,19%)
     
  • S&P500

    4.044,47
    +26,70 (+0,66%)
     
  • DOW JONES

    33.813,71
    +96,62 (+0,29%)
     
  • FTSE

    7.774,62
    -10,25 (-0,13%)
     
  • HANG SENG

    21.842,33
    -227,40 (-1,03%)
     
  • NIKKEI

    27.327,11
    -106,29 (-0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.077,00
    +109,00 (+0,91%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5310
    -0,0160 (-0,29%)
     

Firefox 109 adiciona suporte ao controverso Manifest V3 e botão de extensões

A Mozilla acaba de lançar o Firefox 109 com mudanças pequenas, mas relevantes para os usuários. Elas incluem suporte ao polêmico Manifest V3 e também um novo botão chamado Unified Extensions, que visa simplificar a barra de endereços quando várias extensões estão instaladas.

Botão Unified Extensios

O novo botão Unified Extensions promete facilitar o gerenciamento em coisas como fixar, denunciar ou remover de vez uma extensão instalada no navegador. Além disso, por meio dele será possível verificar mais facilmente se elas afetam a página atual ou algum serviço da web específico. A ideia é exigir cada vez menos do usuário para que as extensões rodem e atualizem automaticamente.

O botão de extensões agora fica posicionado na barra de tarefas e deve otimizar o gerenciamento desses recursos (Imagem: Alveni Lisboa/Canaltech)
O botão de extensões agora fica posicionado na barra de tarefas e deve otimizar o gerenciamento desses recursos (Imagem: Alveni Lisboa/Canaltech)

Manifest V3 no Firefox

Ainda falando sobre extensões, o Firefox 109 recebeu suporte total ao padrão Manifest V3. Trata-se de um formato polêmico que deixou muita gente irritada por impedir o funcionamento de bloqueadores de anúncios. O novo padrão impede a atuação das extensões bloqueadoras, que atuavam na conexão do programa com URLs responsáveis por carregar as propagandas

A Mozilla chegou a retroceder após críticas em relação a isso, possibilitando o uso de extensões no modelo v2 para quem desejar. Agora, dá para usar ambas as extensões, permitindo se manter no modelo antigo ou progredir para o novo em caso de soluções mais recentes.

O Firefox 109 também tem suporte ao modo Picture-in-Picture com legendas no serviço de streaming da HBO Max. Esse sistema permite assistir à filmes e séries em tela pequena, no canto do navegador, enquanto acessa os e-mails ou resolve algum problema em outra página.

Correções de bugs do Firefox 109

Para quem usa o programa no Linux, a Mozilla ainda tratou de corrigir alguns bugs específicos. Um deles envolve a barra de busca do YouTube que não mostrava informações relevantes — o Firefox travava quando usado no Sway e os painéis piscavam sob o Wayland durante as animações.

Outro ajuste feito foi acerca do protetor de tela, que passou a não ser mais ativado quando ocorre a rolagem automática da tela. O Firefox 109 também passou a listar os formatos de HW no comando about:support.

Nos demais sistemas, o corretor ortográfico do navegador agora possui dicionário em espanhol da Espanha e da Argentina. Foi acrescido também suporte aos eventos scrollend e importação de dados dos navegadores Vivaldi e Opera GX.

O Firefox 109 deve ser lançado oficialmente para Windows, macOS e Linux a partir do próximo dia 17 de janeiro de 2023. Para atualizar, basta clicar no menu sanduíche (três traços horizontais), selecionar "Ajuda" e escolher "Sobre o Firefox". O app vai ser atualizado para a versão mais recente e exigirá uma reinicialização para funcionar corretamente.

A versão 108 trouxe novidades bem discretas como o suporte para a API WebMIDI. Essa adição possibilitou que serviços executados no navegador interajam diretamente com dispositivos MIDI (Interface Digital de Instrumentos Musicais) conectados ao computador.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: