Mercado fechado

“Fiquem longe do Whatsapp”, alerta fundador do Telegram

“Fiquem longe do Whatsapp”, alerta fundador do Telegram (AP Photo/Tatan Syuflana, File)
“Fiquem longe do Whatsapp”, alerta fundador do Telegram (AP Photo/Tatan Syuflana, File)
  • O executivo citou um problema de segurança divulgado pelo WhatsApp na semana passada;

  • A falha permitia um hacker sequestrar o telefone de uma pessoa;

  • Pavel Durov afirmou anteriormente que “ o WhatsApp nunca será seguro ” .

O fundador do aplicativo de mensagens Telegram pediu às pessoas que usem “qualquer aplicativo de mensagens”, exceto o WhatsApp , para evitar que seu telefone seja hackeado. Pavel Durov citou um problema de segurança divulgado pelo WhatsApp na semana passada que permitia a um hacker sequestrar o telefone de uma pessoa enviando um vídeo malicioso para seu número.

“Hackers poderiam ter acesso total (!) a tudo nos telefones dos usuários do WhatsApp”, afirmou Durov no Telegram.

“Todo ano ficamos sabendo de algum problema no WhatsApp que coloca em risco tudo nos dispositivos de seus usuários... Não importa se você é a pessoa mais rica do planeta – se você tem o WhatsApp instalado em seu todos os aplicativos em seu dispositivo são acessíveis”, argumentou o bilionário.

O bilionário russo da tecnologia, que vive em um exílio autoimposto de seu país de origem, afirmou que as falhas de segurança são “portas dos fundos plantadas” para permitir que governos, agências policiais e hackers contornem a criptografia e outras medidas de segurança. Durov afirmou anteriormente que “ o WhatsApp nunca será seguro ” a menos que haja mudanças fundamentais feitas em como ele funciona.

O Telegram, conhecido por priorizar a privacidade em seu aplicativo, tem mais de 700 milhões de usuários ativos, com um crescimento constante de cerca de 2 milhões de usuários por dia. Isso ainda é apenas uma fração da base de usuários do WhatsApp, que conta com cerca de 2 bilhões de usuários em todo o mundo. É o aplicativo de mensagens mais popular do mundo, à frente do aplicativo de propriedade chinesa WeChat e Facebook Messenger, que, como o WhatsApp, é de propriedade da Meta.

ncio patinado

“Não estou pressionando as pessoas a mudarem para o Telegram aqui... O Telegram não precisa de promoção adicional”, escreveu Durov.

“Você pode usar qualquer aplicativo de mensagens que quiser, mas fique longe do WhatsApp – já é uma ferramenta de vigilância há 13 anos’, finalizou o executivo.