Mercado fechado

Fique esperto (a): 7 dicas para não cair em golpes de pirâmide financeira online

·4 min de leitura

De repente chega no seu Whatsapp, SMS ou e-mail uma promessa de ganhos fabulosos, em pouco tempo, bastando apenas você convidar mais pessoas para fazer investimentos que por sua vez também irão gerar mais lucros incríveis como em um ciclo infinito de ganhos. Se você entrou nessa, possivelmente caiu em um esquema de pirâmide financeira.

De acordo com um levantamento feito em 2019 pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em parceria com Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), foram entrevistadas 900 pessoas, 11% afirmaram que já perderam dinheiro em esquemas fraudulentos, dos quais 55% caíram em golpes de pirâmide financeira.

No ambiente online, a propagação dessas ações se torna muito mais rápida. Se você for convidado através do Whatsapp ou por redes sociais para fazer parte de grupos que discutem sobre investimentos e for incentivando a convidar amigos e familiares para o esquema, com uma comissão atrelada a esse convite, fique atento: é golpe!

Confira 7 dicas para não cair em esquemas fraudulentos de pirâmide financeira:

  1. Desconfie de promessas de grande retorno financeiro

  2. Procure saber como a empresa ganha dinheiro

  3. Pesquise por instituições reguladas e auditadas

  4. Fique atento ao discurso “você precisa trazer mais pessoas”

  5. Observe a ostentação fora do comum

  6. Não envie PIX para contas pessoais

  7. Faça o cálculo dos juros compostos

Desconfie de promessas de grande retorno financeiro

Não é preciso ser um profundo conhecedor do mercado financeiro para saber que não existe mágica quando se trata de investimentos. Você pode ser leigo no assunto ao começar a investir , mas precisa estar atento a promessas como “dobre seu investimento em pouco tempo”, “ganhe 1% ao dia”, entre outras falácias que não condizem com a realidade dos ativos mais seguros da economia, os títulos públicos. Segundo especialistas, qualquer promessa de retorno de 1% ou 2% ao mês é irreal, pelo simples motivo de que não existe como esses valores de investimento serem dados como certos, ou seja, sem riscos de não haver retorno.

Procure saber como a empresa ganha dinheiro

Uma das principais táticas dos golpistas é oferecer um serviço confuso e de difícil compreensão de como é operado. Por exemplo, muitas empresas vendem produtos tecnológicos que atraem pessoas que não tem conhecimento suficiente para distinguir se os produtos e serviços oferecidos são verdadeiros ou não. Se você não conseguir fazer essa distinção, pule fora porque a probabilidade de ser uma cilada é grande. Procure sempre saber como a empresa ganha dinheiro para ter certeza que o retorno do investimento está garantido. Os riscos também precisam ser transparentes.

Pesquise por instituições reguladas e auditadas

Todas as empresas sérias de investimentos estão reguladas e auditadas pela Comissão de Valores Imobiliários (CVM) e Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Então, a primeira coisa que você deve fazer é saber se a empresa possui registro na CVM ou se é associada à Anbima. Se a empresa não estiver constando em nenhuma das duas instituições, a chance de ser uma fraude é grande.

Fique atento ao discurso “você precisa trazer mais pessoas”

O esquema de pirâmide financeira é justamente movimentando a partir da entrada de novas pessoas. E a promessa de remuneração vem justamente a partir da aplicação do dinheiro dos novos integrantes. Ou seja, não se trata de uma operação de investimento, e se não há novatos no esquema, a pirâmide se torna insustentável. Portanto, fique sempre atento a supostas empresas de investimento que te levam a aplicar seu dinheiro e ter retornos financeiros com a condição de trazer mais pessoas.

Observe a ostentação fora do comum

Apelar para vaidade e ganância das pessoas também é um dos artifícios usado pelos golpistas dos esquemas de pirâmide financeira. Na mesma lógica do retorno fácil e garantido, entra a promessa de um estilo de vida luxuoso que enche os olhos de muita gente. Nenhuma instituição financeira regulada pode prometer qualquer ganho exorbitante, portanto desconfie sempre de empresas que tentam convencer com ferraris e mansões supostamente adquiridas após investimentos duvidosos.

Não envie PIX para contas pessoais

O sistema de pagamento instantâneo pode tornar as pirâmides financeiras ainda mais inseguras. A chance de pegar a vítima de surpresa - com a transferência imediata - e obter sua concordância para receber o dinheiro de forma imediata é mais viável. Atente principalmente se a conta que está pedindo a transferência via PIX é pessoal e não de uma empresa regulada, nesse caso o golpe é certo.

Faça o cálculo dos juros compostos

Uma falácia também muito utilizada pelos golpistas é a promessa de se tornar um bilionário em poucos anos. Por exemplo, alegar que um investimento rende 15% ao mês. Nesse caso hipotético, R$ 1 mil aplicados mensalmente se tornam em 5 anos, R$ 4,3 milhões. Sabemos que é triste admitir, mas a realidade é que isso simplesmente não existe e não está disponível no mercado.

Com informações de Estadão e Canaltech.