Mercado abrirá em 3 h 8 min
  • BOVESPA

    108.095,53
    +537,86 (+0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.056,27
    +137,99 (+0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,27
    -0,09 (-0,12%)
     
  • OURO

    1.784,30
    -1,20 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    49.420,92
    -1.014,15 (-2,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.291,75
    -13,37 (-1,02%)
     
  • S&P500

    4.701,21
    +14,46 (+0,31%)
     
  • DOW JONES

    35.754,75
    +35,32 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.352,42
    +15,37 (+0,21%)
     
  • HANG SENG

    24.254,86
    +257,99 (+1,08%)
     
  • NIKKEI

    28.725,47
    -135,15 (-0,47%)
     
  • NASDAQ

    16.371,50
    -20,75 (-0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2698
    -0,0043 (-0,07%)
     

Fiocruz publica orientações de como voltar às aulas com segurança

·1 min de leitura

A volta às aulas durante a pandemia vem gerando preocupação tanto nos especialistas, quanto nos professores, alunos e pais. Para lidar com a situação, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) publicou nota técnica que reúne orientações e recomendações para o retorno das atividades presenciais nas instituições de ensino do país.

A Fiocruz recomenda que cada município avalie e garanta individualmente o controle da pandemia e a baixa transmissão comunitária do vírus. A nota técnica indica que a porcentagem de testes diagnósticos positivos deve ser menor que 5% nos últimos sete dias e a taxa de contágio com valor R menor que 1 (preferencialmente menor que 0,5) por pelo menos sete dias.

A publicação menciona que a volta às aulas exige soluções de ventilação em ambientes fechados, instauração de inquéritos internos e ações adesão à vacinação. Além disso, a taxa de vacinação deve estar acima de 80% da população total.

(Imagem: MChe Lee/Unsplash)
(Imagem: MChe Lee/Unsplash)

A Fiocruz acrescenta a necessidade de medidas para diminuir o contato entre os alunos. Na educação infantil, a orientação é dividir em pequenos grupos, já que não é possível manter o distanciamento, e os estudantes não estão vacinados. Além disso, o uso de máscaras permanece imprescindível no transporte público e em ambientes fechados.

A Fiocruz ainda faz o alerta de que o número de adolescentes vacinados com a primeira dose da vacina contra a covid-19 ainda é baixo. Isso significa que a faixa etária de 12 a 18 anos está mais suscetível ao vírus. A nota técnica completa pode ser encontrada aqui.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos