Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.925,60
    -1.560,41 (-1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.457,55
    -227,31 (-0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,46
    +0,24 (+0,30%)
     
  • OURO

    1.817,20
    +2,00 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    16.958,70
    -194,20 (-1,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    401,44
    -4,71 (-1,16%)
     
  • S&P500

    4.076,57
    -3,54 (-0,09%)
     
  • DOW JONES

    34.395,01
    -194,76 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.558,49
    -14,56 (-0,19%)
     
  • HANG SENG

    18.736,44
    +139,21 (+0,75%)
     
  • NIKKEI

    28.226,08
    +257,09 (+0,92%)
     
  • NASDAQ

    12.035,75
    -27,00 (-0,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4682
    +0,0717 (+1,33%)
     

Fiocruz identifica 4 estados com alta de casos de covid no Brasil

Amazonas, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo são os quatro estados brasileiros que já enfrentam alta de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), associada ao coronavírus SARS-CoV-2. É o que aponto a última edição do Boletim InfoGripe, desenvolvido por pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

“Como os dados laboratoriais demoram mais a entrar no sistema, é esperado que os números de casos das semanas recentes sejam maiores que o observado nesta atualização, podendo inclusive aumentar o número de estados em tal situação”, explica Marcelo Gomes, pesquisador da Fiocruz e coordenador do InfoGripe, em comunicado.

Vale explicar que Srag é uma das complicações causadas pelos vírus respiratórios e tende a levar os pacientes aos hospitais, onde são normalmente testados para a covid-19. Por isso, é um bom indicador da evolução da doença na população brasileira.

Alta de casos da covid-19 está ligada com a Ômicron BQ.1?

Quatro estados brasileiros registram alta de casos da covid-19, segundo levantamento da Fiocruz (Imagem: Vladimirzotov/Envato Elements)
Quatro estados brasileiros registram alta de casos da covid-19, segundo levantamento da Fiocruz (Imagem: Vladimirzotov/Envato Elements)

Por enquanto, não é possível afirmar que a nova onda de casos da SRAG, associada à covid-19, está conectada com a chegada da subvariante Ômicron BQ.1 ao Brasil. No entanto, os quatro estados destacados pelo levantamento já registram casos desta nova cepa, só que ela não é predominante.

Segundo o estudo da Fiocruz, a alta de casos da covid-19 no Amazonas, no Rio de Janeiro e em São Paulo é identificada em pessoas com mais de 18 anos em geral. A exceção é o estado do Rio Grande Sul. Por lá, a tendência de casos de SRAG está limitada a pacientes com 60 anos ou mais.

Alinhados com a última edição do InfoGripe, divulgado nesta quinta-feira (10), especialistas já alertavam para o fato de que o Brasil poderia viver um novo aumento de casos da covid-19, como ocorre na Europa. Na rede privada de saúde, a positividade para os testes de coronavírus também cresceu nas últimas semanas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: